Siga-nos nas Redes Sociais


Saúde

Vacina da Pfizer é liberada para todas as crianças de 6 meses a 4 anos

Publicado

dia:

Vacina da Pfizer é liberada para todas as crianças de 6 meses a 4 anos


Myke Sena/ Ministério da Saúde

Vacina da Pfizer em doses para crianças

O Ministério da Saúde liberou a aplicação da vaicna da Pfizer contra a  Covid-19 em crianças de 6 meses a 4 anos e 11 meses de idade. Uma nota técnica com a decisão foi assinada na última sexta-feira (27) pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações).

Publicidade

Até então esse imunizante, conhecido como “Pfizer Baby”, estava liberado apenas para crianças de 6 meses a 2 anos e 11 meses que tivessem alguma comorbidade.

A Anvisa, contudo, já havia aprovado em setembro deste ano a aplicação desta vacina em todas os jovens de 6 meses a 4 anos, mesmo entre aquels que não têm comorbidade. 

Em outubro, a pasta da Saúde liberou a utilização da vacina da fabricante norte-americana  em crianças de 6 meses a 4 anos de idade com comorbidades.

Publicidade

“Considerando o quantitativo de vacinas existentes, recomenda-se que todos os esforços sejam envidados para que seja garantida inicialmente a vacinação de crianças com comorbidades e a inclusão paulatina dos demais grupos etários, de acordo com a disponibilidade de vacinas nos estados, Distrito Federal e municípios, e que a vacinação vá avançando à medida que houver disponibilização de vacinas pelo Ministério da Saúde”, informou o PNI.

A aplicação seguindo a nova recomendação terá o seguinte cronograma:

  • Crianças nesta faixa etária que tenham comorbidades;
  • Crianças de 6 meses a menores de 1 ano de idade sem comorbidades;
  • Crianças de 1 ano a 2 anos de idade sem comorbidades;
  • Crianças de 3 anos de idade sem comorbidades;
  • Crianças de 4 anos de idade sem comorbidades.

O esquema vacinal será dividido em três doses, com as duas primeiras sendo aplicadas em um intervalo de quatro semanas, e a terceira com oito semanas após a segunda aplicação.

“Crianças de 3 e 4 anos de idade que iniciaram o seu esquema de vacinação com a vacina COVID-19 Coronavac, deverão ter seu esquema primário finalizado com esta vacina (esquema primário da vacina COVID-19 de duas doses, com intervalo de 28 dias entre a primeira e a segunda dose).” enfatizou a nota.

Publicidade

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE