Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

TSE decide manter no ar vídeos onde Lula chama Bolsonaro de ‘genocida’

Publicado

dia:

TSE decide manter no ar vídeos onde Lula chama Bolsonaro de 'genocida'

Reproducao: Facebook

TSE nega pedido para retirar do ar vídeo onde Lula chama Bolsonaro de “genocida”

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) concluiu que o uso do termo “genocida” para se referir a  Jair Bolsonaro (PL)
não configura propaganda negativa por parte dos seus adversários na corrida eleitoral. 

O plenário confirmou a decisão da ministra Cármen Lúcia, que rejeitou um pedido do PL para remover das redes sociais vídeos em que o ex-presidente Lula (PT) utiliza a palavra referindo-se ao chefe Executivo do país.

A solicitação do partido do atual presidente da República diz respeito a uma declaração do candidato do PT nas eleições presidenciais durante um discurso realizado em Campina Grande (PB), quando Bolsonaro foi chamado de genocida. 

Cármen Lúcia havia negado o pedido do PL no dia 4 de setembro. Na ocasião, ela ressaltou que não é qualquer crítica contundente que pode ser caracterizada como propaganda negativa.

Na decisão, a ministra ainda apontou uma decisão do Supremo Tribunal Federal segundo a qual “o direito fundamental à liberdade de expressão” também protege as opiniões “duvidosas, exageradas, condenáveis, satíricas, humorísticas”.

Entre no 
canal do Último Segundo no Telegram

e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE