Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Torcedor da Argentina, brasileiro tem apelido de Maradona e filho chamado Messi

Publicado

dia:

Torcedor da Argentina, brasileiro tem apelido de Maradona e filho chamado Messi


‘Craque’ dos campos da várzea de São Paulo, comerciante Claudinei Evangelista idolatra lenda argentina, enquanto criança de 11 anos prefere craque do PSG a Neymar e Cristiano Ronaldo: ‘É um driblador nato’

Arquivo pessoal/Divulgação Messi e Maradona são fãs do futebol argentino e torcem para a seleção na Copa do Mundo

A Copa do Mundo do Catar começou e com ela, além dos jogos emocionantes, surgem histórias curiosas de personagens envolvidos no mundo do futebol. Uma delas é de um morador de 54 anos de Mogi das Cruzes, o comerciante Claudinei Evangelista da França, de 54 anos, apelidado de Maradona, que colocou o nome do filho de Claudinei Messi Faria da Franca, em homenagem ao craque da Argentina e um dos melhores jogadores do mundo de todos os tempos, Lionel Messi. Ainda na adolescência, Maradona recebeu o apelido quando jogava em equipes de várzea na Zona Leste de São Paulo. Na época, de acordo com ele, tinha cabelo comprido e o estilo de jogo era ofensivo, assim como o da lenda Diego Armando Maradona. “Joguei em muitos times. Era meio esquerda. Chutava com a canhota e fazia muitos gols”, contou em entrevista ao site da Jovem Pan. O momento que viveu nos campos paulistas ficou marcado em sua memória, o que levou o Maradona brasileiro a colocar em seu filho o nome de outro craque argentino que surgiu neste século: Messi. No entanto, havia um problema: a esposa de Claudinei não sabia da decisão. “Não sabia se ela iria aceitar. Pensei que fosse brigar. Então, não falei nada. Ela queria que pelo menos o primeiro nome fosse igual ao meu”, relembra. Na dúvida e com medo, ele decidiu colocar Claudinei Braier. “Foi pior, parecia nome americano”, diz, aos risos. Com ajuda do padrinho do menino, Maradona mudou de ideia e optou definitivamente pelo nome composto: Claudinei Messi. “Falei com a minha mulher e no mesmo dia ela chegou com a certidão de nascimento com o nome que sugeri. Fiquei muito feliz. Independente da rivalidade entre os brasileiros e os argentinos, vejo de outra forma. Sou fã de um jogador deles e da seleção também”, enfatizou. Messi, atualmente com 11 anos, é o segundo filho de Maradona. A primogênita é Maria Vitória, de 19 anos.

Publicidade

Claudinei Messi tomou gosto pelo futebol e assiste a partidas do PSG, clube onde o argentino Messi joga, e da seleção Argentina. Inclusive, Claudinei Messi acredita em uma final entre brasileiros e argentinos na Copa do Mundo do Catar. “Vão fazer uma final inesquecível, muito linda. Vai ser um jogaço, esse é o meu palpite”, frisou. Questionado para quem torceria, ele brincou: “Se um dos dois vencer está de boa, porque sou brasileiro e a Argentina tem grandes jogadores”, comentou. Por outro lado, Maradona criticou a atuação das arbitragens nos jogos da Argentina. Contudo, ele também acredita no título dos “hermanos” neste ano. “[A Argentina pode ser campeão] Se não houver mais roubo, como aconteceu no primeiro jogo contra a Arábia Saudita. Eles anularam três gols”, diz. Os gols, vale dizer, foram anulados com o auxílio do árbitro de vídeo, que utiliza a tecnologia para conferir, entre outras coisas, se os atletas estão em impedimento. “É a última Copa do Messi. Estou torcendo por ele e para homenagear a morte do meu ídolo. Não torço pelo país, mas pelo futebol”, finaliza. O pequeno Messi ainda disse que entre Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo, craque português que se tornou o primeiro jogador a marcar em cinco edições do Mundial, o argentino leva a melhor. “Ele tem sete Bolas de Ouro e é um driblador nato”, completou.


Fonte: JOVEM PAN

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE