Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

termina hoje prazo para justificar ausência no 2º turno

Publicado

dia:

termina hoje prazo para justificar ausência no 2º turno


Leopoldo Silva / Agência Senado – 02.10.2022

Eleitores devem justificar ausência no segundo turno até esta segunda (9)

Os brasileiros que não compareceram às urnas no segundo turno das eleições, em 30 de outubro de 2022, têm até esta segunda-feira (9) para  justificar a ausência e regularizar a situação junto à Justiça Eleitoral.

Publicidade

O eleitor pode fazer a justificativa por meio do aplicativo e-Título; pelo Sistema Justifica , nos portais da Justiça Eleitoral ; ou preenchendo o formulário de justificativa eleitoral.

O voto é obrigatório para as pessoas que têm entre 18 e 70 anos e cada turno é contabilizado como uma eleição independente pela Justiça Eleitoral . Dessa forma, mesmo que o eleitor já tenha justificado a ausência no primeiro turno e, caso também não tenha comparecido aos pontos de votação no segundo, ele ainda precisa emitir uma nova justificativa.

Para que o eleitor esteja com a situação regularizada, é preciso ter votado nos dois turnos ou justificado a(s) ausência(s).

Publicidade

Os brasileiros que estiverem com a situação irregular frente à Justiça Eleitoral ficam impedidos de emitir o certificado de quitação eleitoral e também não conseguir fazer a emissão de documentos como o de identidade ou passaporte.

Resultado do segundo turno

Ao final do segundo turno , de acordo com dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) , Lula foi eleito com 60.345.999 votos (50,90%) , em uma disputa acirrada com o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) , que marcou 58.206.354 votos (49,10%).

Depois de 20 anos de sua primeira vitória, Lula venceu novamente o pleito e governará o Brasil pela terceira vez.

Publicidade

Desde a redemocratização, essa é a nona eleição. Pela primeira vez, o presidente em exercício que tentou a reeleição não terminou eleito . Além disso, como apontou o iG , os líderes nas pesquisas sempre terminaram eleitos .

Lula tomou posse no dia 1º e, junto ao vice-presidente empossado, Geraldo Alckmin (PSB), assinou o termo de posse.

A cerimônia, sediada no Congresso Nacional, em Brasília , foi presidida por Rodrigo Pacheco, presidente do Senado . 

Publicidade

Antes de chegar ao Congresso Nacional, Lula desfilou em carro aberto ao lado da primeira-dama Janja, de Alckmin e da esposa do vice-presidente, Lu Alckmin .

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

Publicidade


#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE