Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Tarifas do metrô, trens e ônibus municipais de SP não terão aumento em 2023

Publicado

dia:

Tarifas do metrô, trens e ônibus municipais de SP não terão aumento em 2023


O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), anunciou nesta quarta-feira (28) que a tarifa dos ônibus municipais não terá aumento em 2023 e será mantida em R$ 4,40.

O governo do Estado também decidiu pelo congelamento do valor da passagem do transporte coletivo para as linhas de metrô e da CPTM, informação confirmada oficialmente pela assessoria de comunicação do governador eleito, Tarcísio de Freitas (Republicanos).

Publicidade

Nunes comunicou a decisão à imprensa durante agenda pública de inauguração de um novo centro de cuidados odontológicos. Ele destacou que a tarifa do transporte não terá aumento pelo terceiro ano consecutivo.

“Nós avaliamos, com a nossa equipe, que é importante [não aumentar o valor da tarifa], mesmo que a Prefeitura aporte mais recursos de subsídios. Mas que a gente incentive o transporte coletivo. Isso melhora o trânsito na cidade, melhora a questão do ambiente com relação à poluição causada por veículos”, destacou.

O prefeito paulistano e Tarcísio negociavam a manutenção do valor da tarifa há semanas. Ao jornal “O Estado de S. Paulo”, no começo de dezembro, o governador eleito afirmou ter se comprometido a manter o valor atual ao menos no primeiro ano de gestão, por ser um compromisso de campanha.

Publicidade

Nesta quarta, Nunes admitiu que possivelmente o subsídio municipal será maior em 2023, mas disse que o valor dependerá de diferentes fatores, como número de usuários e variação do custo do combustível. “[Em 2023, o município] Aportará mais recursos do subsídio, mas muito consciente da sua responsabilidade.”

Segundo ele, quase metade do valor da operação dos ônibus municipais foi subsidiado pela Prefeitura em 2022. Cerca de R$ 5,2 milhões vieram da tarifa, enquanto aproximadamente R$ 4,7 milhões foram provenientes de recursos municipais.

Vinculada ao município e gestora do transporte por ônibus, a SPTrans calcula que a maior parte do custo do transporte coletivo municipal será bancado pela Prefeitura. A estimativa é de que o valor arrecadado por meio da tarifa se mantenha em cerca de R$ 5 bilhões, enquanto R$ 7,4 bilhões precisem ser subsidiados pelo município.

Publicidade

Nunes recentemente solicitou que a SPTrans faça um estudo sobre a viabilidade econômica, financeira e jurídica da implantação da tarifa zero [também chamada de “passe livre”] na cidade. Embora oficialmente afirme que a medida esteja em avaliação, tem discutido o tema com reuniões e com autoridades variadas, inclusive vereadores da oposição.

Por outro lado, mesmo após uma determinação judicial, o prefeito resistiu em restituir a gratuidade na passagem dos idosos de 60 a 64 anos na cidade, que foi retomada em 15 de dezembro. Nunes é provável candidato à reeleição no pleito de 2024.


Fonte: CNN BRASIL

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE