Siga-nos nas Redes Sociais


Tecnologia

Sol emite flashes de luz antes de explosões, e isso pode proteger a Terra

Publicado

dia:

Imagem de: ChatGPT pode matar Google Assistente e Alexa?


Em artigo publicado no Astrophysical Journal, pesquisadores da NorthWest Research Associates relatam a descoberta de pequenos flashes na coroa solar, que podem ajudar a prever erupções.

Há muito tempo os cientistas procuram por sinais que auxiliem no rastreio e previsão de novas erupções solares.

Publicidade

As tempestades causadas por esses eventos, emitem ondas eletromagnéticas e partículas solares para todo o universo.

No nosso planeta, causa problemas em satélites, redes de comunicação e pode gerar, inclusive, apagões elétricos.

As erupções propulsionam para o espaço ondas eletromagnéticas que podem interferir nas transmissões de satélites e interromper redes de energia.Fonte:  Shutterstock 

Publicidade

Mas uma nova ferramenta do Solar Dynamics Observatory da NASA (SDO), pode ter ajudado a melhorar nossa taxa de previsões das explosões.

Analisando o banco de dados do SDO, com imagens de mais de 8 anos de observações do Sol, os pesquisadores da NorthWest Research Associates, literalmente vislumbraram a luz.

Analisando as imagens, eles perceberam que em regiões mais ativas da coroa solar, antes das erupções, ocorrem pequenos flashes indicando a localidade do próximo evento.

Publicidade

As imagens superiores apresentam o brilho produzido no dia anterior a uma erupção solar. As inferiores mostram a diferença de atividade em dias anteriores a explosão (à esquerda) e quando não houve atividade (à direita).As imagens superiores apresentam o brilho produzido no dia anterior a uma erupção solar. As inferiores mostram a diferença de atividade em dias anteriores a explosão (à esquerda) e quando não houve atividade (à direita).Fonte:  NASA/SDO/AIA/Dissauer et al. 2022 

Anteriormente, observações em outras camadas da atmosfera solar já haviam sido realizadas. No entanto, os sinais de atividade não eram tão claros, deixando a previsão menos precisa.

O monitoramento desses eventos é extremamente importante. As erupções, tempestades e ejeções solares emitem radiação e ondas eletromagnéticas que interferem em sistemas importantes na Terra.

Saber a localização do próximo evento, e se ele está direcionado para nosso planeta, nos ajuda a analisar possíveis interferências, e tomar algumas medidas de prevenção, não apenas na Terra, mas também para astronautas na Estação Espacial.

Publicidade

Os pesquisadores esperam que essa nova descoberta possa auxiliar e refinar a previsão dos eventos solares, e gerar novas pesquisas para se compreender melhor os efeitos físicos envolvidos no efeito dos flashes.

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE