Siga-nos nas Redes Sociais


Tecnologia

Satélites da Starlink capazes de fornecer internet móvel são lançados no espaço

Publicado

dia:

Satélites da Starlink capazes de fornecer internet móvel são lançados no espaço


Nesta terça-feira (27), a SpaceX, empresa aeroespacial do bilionário Elon Musk, lançou no espaço o primeiro lote da nova geração de satélite da Starlink, que entram em órbita nesta quarta-feira (28). O foguete Falcon 9 foi lançado com 54 satélites de segunda geração (Gen 2) antes do amanhecer na base de lançamentos no Cabo Canaveral, na Flórida (EUA).

Com esse lançamento, a SpaceX completou o seu 60º voo do ano, marcando um recorde de quase o dobro do ano passado. Jessie Anderson, gerente de produção e engenharia da SpaceX, comenta que “Sob nossa nova licença, agora podemos implantar satélites em novas órbitas que adicionarão ainda mais capacidade à rede. Em última análise, isso nos permite adicionar mais clientes e fornecer um serviço mais rápido, principalmente em áreas com excesso de assinantes”.

Publicidade

Essa segunda geração de satélites da Starlink é mais poderosa do que os mais de 3.300 que já estão em órbita no momento. Com isso, a empresa do bilionário pode aumentar sua capacidade de rede de banda larga, que segundo o site americano de notícias científicas Space, estaria enfrentando problemas de congestionamento.

“Starlink é uma constelação de internet via satélite projetada e fabricada pela SpaceX para fornecer internet de alta velocidade e baixa latência para pessoas que vivem em locais remotos e afastados em todo o mundo”, diz Jessie Anderson.

Entretanto, esse lançamento não é como os outros, uma vez que são equipamentos capazes de fornecer internet via satélite para celulares. Embora ainda não haja smartphones capazes de suportar conexão via satélite, com o tempo a novidade será popularizada, e assim, será possível levar conectividades para áreas remotas e locais de difícil acesso da tradicional cobertura de telefonia móvel.

No início do mês, a Federal Communications Commission (FCC) dos Estados Unidos, concedeu licença para a Starlink lançar 7.500 satélites Gen2, cuja geração pode fornecer serviços diretamente para smartphones, segundo informação do próprio Elon Musk. Vale ressaltar que a concessão da Federal Communications Commission (FCC) dos Estados Unidos foi parcial, uma vez que a SpaceX solicitou a permissão para enviar quase 30 mil desses novos modelos.

Publicidade

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE