Siga-nos nas Redes Sociais


Esportes

São Paulo bate Ceará nos pênaltis e está na semifinal da Sul-Americana

Publicado

dia:

São Paulo bate Ceará nos pênaltis e está na semifinal da Sul-Americana

Reprodução / Twitter Conmebol

São Paulo bate Ceará nos pênaltis e está na semifinal da Sul-Americana

O apelido de ‘clube da fé’ não é à toa. De novo nos pênaltis em uma competição de mata-mata no ano, o São Paulo
superou o Ceará
por 4 a 3 após perder por 2 a 1 nos 90 minutos regulamentares e garantiu a sua classificação à semifinal da Copa Sul-Americana,
onde enfrentará agora o Atlético-GO e mantém vivo o sonho de conquistar um título de copa na temporada.

Veja abaixo galeria de fotos do jogo:

Foi a segunda vez seguida que o Tricolor decidiu uma vaga em competição mata-mata desta forma. Antes, eliminara o rival Palmeiras em plena casa do rival nas oitavas de final da Copa do Brasil.

O São Paulo não perdia para o Ceará em Fortaleza (CE) desde 2011, quando caiu também por 2 a 1, também pela Copa Sul-Americana. Isso porque os paulistas chegaram invictos para o jogo e ainda tinham a vantagem dos 1 a 0 conquistados na semana passada, no Morumbi.

Durante os 90 minutos, o jogo foi bastante intenso para os dois lados. No primeiro tempo, o Tricolor levou sufoco do Vozão nos minutos iniciais, mas depois conseguiu equilibrar as coisas e ditou o ritmo até tomar o gol, de Mendonza, de cabeça, no final, em erro coletivo de marcação.

Na volta do intervalo, contudo, Igor Vinícius empatou em bela triangulação de contra-ataque. Mas um chutão mal dado de Welington para afastar um cruzamento deixou a bola nos pés de Guilherme Castilho, que chutou de longe para marcar, selar o fim da invencibilidade são-paulina na competição e definir as cobranças de pênaltis.

Nas disputas, Felipe Alves chegou a defender a primeira cobrança da série, de Guilherme Castilho, mas Igor Vinícius acertou a trave em sua cobrança e empatou tudo. 

No final, Vina e Igor Gomes perderam suas cobranças e a disputa foi para as alternadas, onde o experiente Fernando Sobral isolou sua cobrança e Patrick, que entrara no último lance do jogo, marcou para sacramentar a classificação são-paulina com a vitória por 4 a 3 na disputa.

O JOGO

Precisando do resultado e empurrado pelo grande número de torcedores, era natural que o Ceará tivesse um início melhor na partida. E foi exatamente o que aconteceu. Agressivo, o Vozão arrancou suspiros logo aos 3′, quando Mendonza fez bela jogada, passou pela marcação e tentou achar Vina dentro da área. A bola fez um movimento estranho e Felipe Alves se antecipou evitando o que seria o primeiro gol do jogo.

Aos poucos, contudo, o Tricolor ia equilibrando as coisas. Acertou a marcação no meio-campo, impediu os avanços dos mandantes e ainda encontrava espaços nos contra-ataques.

Aos 20′, Igor Vinícius arrancou e encontrou Galoppo de frente para o gol do Ceará. O argentino finalizou de perna esquerda e viu a bola passar rente à trave esquerda de João Ricardo.

Exatos dez minutos depois, novamente o Tricolor apareceu no ataque. De novo em jogada de contra-ataque, Galoppo pegou uma sobra de bola na entrada da área e finalizou, mas desta vez a bola saiu à direita de João Ricardo.

Aos 36′, uma jogada ensaiada quase resultou gol para o São Paulo. Igor Gomes cobriu escanteio curto para Reinaldo, que cruzou para a área e viu Miranda se antecipar a marcação para desviar com perigo.

Dois minutos depois, a resposta alvinegra. Vina encontrou Lima entrando sozinho na área. Ele dominou e chutou às redes na saída de Felipe Alves, mas a arbitragem anulou o lance marcando o impedimento.

O primeiro tempo caminhava para o 0 a 0 quando uma série de falhas são-paulinas fez a dança mudar no Castelão. Aos 43′, Richardson invadiu a área pela direita e cruzou na medida no segundo pau para Mendoza, que subiu mais alto do que Igor Vinicius para abrir o placar.

SÃO PAULO REAGE, MAS CEARÁ RESPONDE E DEFINE PÊNALTIS

Rogério Ceni fez alterações no intervalo buscando aumentar a movimentação no meio-campo tricolor. E o resultado veio. Aos 8′, Igor Vinícius antecipou a saída de bola errada dos cearenses, fez a triangulação com Nestor e Calleri e saiu na cara de João Ricardo, empurrando de carrinho para o fundo das redes.

O gol poderia desanimar o Ceará, mas surtiu efeito contrário. Aos 11′, Lima viu a marcação abrir e arriscou o chute de fora da área, exigindo boa defesa de Felipe Alves.

Foi apenas um aperitivo para o que viria. Aos 17′, Após saída atrapalhada de jogo do Tricolor, Welington deu um chutão errado para tirar um cruzamento da área, mas a bola sobrou livre para Guilherme Castilho chutar forte, de longe, e acertar o canto esquerdo de Felipe Alves para ampliar.

Ceni continua a fazer alterações buscando consertar seu meio-campo. E o Ceará, que nada tinha a ver com o que acontecia, aproveitava. Aos 24′, Vina avançou em velocidade e achou Mendonza, que faz a tabela com Fernando Sobral e chutou com perigo rente à trave esquerda de Felipe Alves.

Depois do seu gol, o São Paulo, só reencontrou o caminho do ataque aos 28′, quando Igor Vinícius cruzou na medida para Calleri cabecear e ver João Ricardo defender com autoridade. Quatro minutos depois, de novo o arqueiro cearense deu as caras, ao encaixar um chute forte de Luciano de fora da área.

O São Paulo seguia tentando evitar os pênaltis. Aos 33′, Igor Gomes fez tabela com Calleri em contra-ataque, mas falhou na finalização. Três minutos depois, foi a vez de Welington pegar o rebote após cobrança de escanteio de mandar a bola por cima da meta.

Mas já foi muito para um jogo onde o tempo corria e as equipes pouco queriam se expor para não saírem eliminadas de campo nos 90 minutos. A decisão da vaga foi para os pênaltis.

OS PÊNALTIS

Guilherme Castilho (Ceará) – Felipe Alves defendeu (0-0)
Calleri (São Paulo) – gol (0-1)
Victor Luís (Ceará) – gol (1-1)
Igor Vinícius (São Paulo) – na trave (1-1)
Matheus Peixoto (Ceará) – gol (2-1)
Luciano (São Paulo) – gol (2-2)
Erick (Ceará) – gol (3-2)
Diego Costa (São Paulo) – gol (3-3)
Vina (Ceará) – para fora (3-3)
Igor Gomes (São Paulo) – defendeu João Ricardo (3-3)
Fernando Sobral (Ceará) – para fora (3-3)
Patrick (São Paulo) – gol (3-4)

PRÓXIMOS JOGOS

O São Paulo
volta a campo no domingo (14), às 16h (de Brasília), para enfrentar o Bragantino, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Também pela competição continental, o Ceará faz o clássico local com o Fortaleza, no mesmo dia e horário, novamente no Castelão.

Na próxima quinta-feira (18), o Tricolor decide sua vida em outro mata-mata, a Copa do Brasil. Vai a Belo Horizonte (MG) enfrentar o América-MG, às 21h (de Brasília), com a vantagem da vitória por 1 a 0 no duelo de ida.

Os duelos da semifinal contra o Atlético-GO devem acontecer nos dias 31 de agosto e 7 de setembro. Os horários e datas ainda serão confirmados pela Conmebol. O primeiro jogo será em Goiânia (GO).

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS