Siga-nos nas Redes Sociais


Tecnologia

Rivais da Netflix, HBO e HBO Max registram aumento de assinantes

Publicado

dia:

Imagem de: Android 14 se chamará

A gigante norte-americana AT&T divulgou nesta quinta-feira (21) o relatório financeiro das empresas que fazem parte do conglomerado. E o resultado é especialmente positivo para algumas de suas divisões de mídia, em especial o grupo WarnerMedia.

No primeiro trimestre de 2022, a plataforma de streaming HBO Max e o canal a cabo HBO registraram um total de 76,8 milhões de assinantes. Isso significa um ganho de 12,8 milhões de pessoas em relação ao mesmo período do ano passado e 3 milhões de novos pagantes se comparado com o trimestre anterior.

Por outro lado, o lucro operacional da Warner Media caiu em relação ao início de 2021. E, segundo, a companhia, o motivo é conhecido: investimentos na plataforma, expansão para novos territórios e o lançamento do CNN+ — plataforma que, depois de um mês funcionando, já teve o fechamento anunciado.

Os apps da HBO Max para várias plataformas.Fonte:  HBO Max 

Vale lembrar ainda que esse foi o último relatório da HBO anunciado pela AT&T. A partir do próximo trimestre, o conteúdo fica a cargo da nova dona das empresas — o grupo Discovery, que realizou a fusão em 2021 e só agora completou os trâmites burocráticos.

Na contramão da Netflix

O crescimento de HBO e HBO Max foi divulgado dias depois do anúncio da Netflix que reportou a primeira queda em dez anos de usuários assinantes — algo que fez as ações da companhia despencarem nas últimas rodadas de negociação.

Apesar da perda, entretanto, a Netflix ainda é líder incontestável no setor de streaming: a companhia está presente em 221 milhões de domicílios pagantes.

Sem fim para senhas emprestadas

No mesmo relatório, o CEO da AT&T, John Stankey, comentou ainda sobre a polêmica do compartilhamento de senhas — algo antes apoiado e agora combatido pela Netflix, que lista esse como um dos motivos para a sua base de usuários não ser maior.

“Em todos os meses nós olhamos ativamente em como usuários em particular usam o produto e nós temos funções técnicas e capacidades para limitar o que eu chamaria de ‘abuso desenfreado'”, explica o executivo, sem detalhar que recursos são esses ou o que é classificado como abuso. O gerente citou que não há reclamações sobre essas ações e que o acréscimo de assinantes prova que a mecânica está funcionando.

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS