Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Quer uma coleção de vibradores? Veja os mais populares e quantos ter | Amor e Sexo

Publicado

dia:

Quer uma coleção de vibradores? Veja os mais populares e quantos ter | Amor e Sexo

Dainis Graveris/Unsplash

Por que você precisa ter uma coleção de vibradores? Sexólogas explicam

Na última semana, a apresentadora Sabrina Sato contou que tem uma coleção de vibradores em casa
. No programa “Saia Justa”, da GNT, ela afirmou que tem mais de 40 deles e que adora presentear as amigas com brinquedos. Com a expansão do mercado erótico, diversas possibilidades chegaram às prateleiras, tornando possível ter uma vasta coleção de vibradores para explorar.

Perguntada se o número de Sato é exagerado, Natali Gutierrez, sexóloga à frente da marca Dona Coelha, afirma que nem um pouco. “Sou suspeita de dizer que um vibrador é suficiente porque, além de fã, tenho muitos. Tenho até meu top cinco”, declara ao iG Delas.

Expert em sex toys, Gutierrez chegou a deduzir quais modelos Sabrina Sato deve ter na vasta coleção dela: “Imagino que ela tenha um toy de sucção clitoriana, outro para penetração, de estímulo clitoriano. Deve ter de casal, controlado por aplicativo… Uma série de sex toys diferentes”, especula. “Quarenta toys até parece pouco, mas para quem nunca usou é coisa demais, o que pode causar até confusão”.

Entre no canal do  iG Delas no Telegram
e fique por dentro de todas as notícias sobre beleza, moda, comportamento, sexo e muito mais!

A quantidade de brinquedos para ter em uma coleção de sex toys é algo que varia de pessoa para pessoa. Jéssica Siqueira, sexóloga da Plataforma Sexo sem Dúvida, aponta que depende da necessidade de cada pessoa.

“Existem mulheres que vão querer somente para penetração e vão estar super satisfeitas, outras vão querer um sugador de clitóris
. O fato é que cada vibrador vai proporcionar um estímulo diferente, e isso abre margem para as mulheres adquirem novos modelos conforme vão explorando o seu prazer”, diz a sexóloga.

“Quando a gente fala de vibrador, a primeira coisa que vem na cabeça é aquele toy bege, bem fálico com aquela glande marcada. Mas hoje temos tantas possibilidades de formatos, cores, tamanhos, velocidades e tecnologias… Existem muitas possibilidades de estímulos no segmento de sex toys”, diz Natali.

Siga também o perfil geral do Portal iG no Telegram
!

Por que ter uma coleção de vibradores?

Apesar de o sex toy não ser um item nada novo, a maneira de falar sobre eles, mais aberta e descontraída, tem feito com que ele deixe de ser um tabu e se torne um must have. Siqueira diz que o uso do vibrador começa quando as mulheres começam a se abrir para descobertas e para explorar o prazer sexual, seja sozinhas, a dois ou com mais pessoas. Nesse caso, os brinquedos são grandes aliados.

Gutierrez afirma que os vibradores revolucionaram a maneira de pensar o prazer feminino. “Claro que a gente consegue fazer vários estímulos e ter vários orgasmos incríveis com as mãos, mas os vibradores significam novas possibilidades”, afirma a sexóloga.


“Tanto as mulheres que estão iniciando essa busca pelo prazer, quanto as que já se conhecem e querem explorar mais podem desenvolver uma relação saudável com o vibrador. Até porque não é sobre o vibrador em si, mas sobre o prazer sexual e a vivência da sexualidade feminina reprimida em nossa sociedade”, pensa Siqueira.

Ela complementa que os brinquedos são tão poderosos que muitos profissionais da área da saúde estão indicando o item como forma de tratamento para dificuldades e disfunções sexuais. “Existem estudos sendo realizados e publicados sobre a eficácia do uso nesses casos”, afirma.

Gutierrez afirma ainda que, quando se está aberta para testar, a infinidade de modelos parece ainda mais sedutora. “Uma mulher que se conhece e conhece o prazer que tem nas mãos vai saber exatamente do que gosta com outra pessoa, por exemplo. Ela já vai para o encontro esperando o mínimo, que é um orgasmo. Paramos de aceitar o que é oferecido e passamos a saber o que a gente busca ali”, afirma.

Os vibradores mais buscados

Gutierrez conta que cada modelo de vibrador oferece um estímulo diferente, já que a sensação de prazer varia de pessoa para pessoa. No entanto, ela diz que existem cinco modelos muitos buscados e cultuados – e que não devem faltar em nenhuma coleção.

O mais buscado é o sugador clitoriano, “disparado”, como diz ela. “Ele ficou muito famoso. É engraçado porque muitas pessoas tendem a achar que, pelo nome sugador clitoriano, ele suga a pele. Pelo contrário: ele emite ondas de pressão que fazem o estímulo na glande clitoriana, que tem mais de oito mil terminações nervosas. Então, é uma explosão de prazer”, diz. O sugador de clitóris é também o modelo que ela indica para pessoas que já têm diversos sex toys, mas querem experimentar algo diferente.

O bullet, que é uma pequena cápsula vibratória, também é bastante buscado – principalmente para quem está começando a usar os vibradores, já que são pequenos, fáceis de manusear e encaixam em qualquer posição.

A varinha mágica, que também é usada para estímulo externo, também é ótimo para quem é iniciante. “Ele tem uma ‘cabeçona’ que estimula a vulva e causa uma vibração muito interessante. A varinha mágica tem um cabo para segurar. É uma baita experiência para conhecer a vulva, fazer o estímulo do clitóris, seja para usar sozinha ou em parceria”.

Outro vibrador bastante procurado é o sex toy que faz estímulos na penetração e no clitóris ao mesmo tempo. “Os modelos são variados, mas muitas pessoas buscam para se conhecer e entender do que gostam mais”. Por fim, o uso dos brinquedos pós-tecnológicos, que são controlados por aplicativos. “São ótimos para usar fora de casa”, recomenda.

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS