Siga-nos nas Redes Sociais


Bairros

Queixas por preço do gás sobem 521% em São Paulo

Publicado

dia:

Você também sentiu uma diferença no valor da conta de gás nos últimos meses? Segundo o Procon-SP, as reclamações sobre o tema aumentaram 521% em relação ao ano passado, totalizando 609 de janeiro até setembro, sendo o principal problema relacionado à cobrança elevada no gás encanado.

Neste ano, a tarifa do gás encanado teve dois reajustes: o tarifário (que ocorre a cada cinco anos) e o anual.

Roberta Lucena, 37 anos, foi uma das pessoas que sentiram o impacto no final do mês. Ela escreveu no site Reclame Aqui que  a média de suas contas era de R$ 150 e, a partir de agosto, esse valor teve um aumento de quase 300% sem justificativa. “Não houve alteração no consumo. Esse aumento é abusivo e sem explicação plausível”, reclama Roberta.

O analista de sistemas Antonio Carlos Silveira Fontes, 55 anos, também reclama que a conta de costumeiros R$ 130 passou a uma média de R$ 300, sendo que seu consumo aumentou pouco. “De junho para cá houve alguns reajustes, e agora está muito alto, o prédio todo reclama”, comenta Fontes.

A Comgás informa que as atualizações nas tarifas são deliberadas pela Arsesp (Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo) de acordo com o contrato de concessão e são reflexos das variações do preço do petróleo, taxa de câmbio e mudanças no custo cobrado pelos operadores dos gasodutos de transporte. Além de ressaltar que o maior consumo no inverno pode refletir.  

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS