Siga-nos nas Redes Sociais


Brasil

Prorrogação do auxílio emergencial por mais dois meses

Publicado

dia:

Segundo ministro, medida é necessária para “retorno seguro ao trabalho em 60 dias”.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou na manhã desta terça-feira (9) que o auxílio emergencial pago em razão da pandemia do coronavírus será estendido por mais dois meses, em julho e agosto. Segundo declarou em reunião ministerial, esse é o período necessário para que haja uma organização do “retorno seguro ao trabalho”, seguindo protocolos internacionais. 

No início da semana, o governo bateu o martelo e decidiu pagar mais duas parcelas de R$ 300 aos trabalhadores informais — além das três primeiras parcelas inicialmente aprovadas, de R$ 600, com vigência até julho.

— O primeiro passo, vamos lançar essa camada de proteção, com a extensão do auxílio emergencial por dois meses, enquanto isso organiza-se a volta, o retorno seguro ao trabalho, dentro dos bons protocolos — disse o ministro no encontro no Palácio da Alvorada transmitido pela TV Brasil.

Segundo Guedes, o governo espera que “nesses 60 dias haja uma organização de retorno seguro ao trabalho”:

— Depois entramos em uma fase, finalmente, de decolarmos novamente atravessando as duas ondas. Esse é o desafio.

Publicidade
Clique e Comente

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Corrida contra o tempo! Ajude-nos!

Publicidade

Siga-nos no Facebook

Mais Lidas