Siga-nos nas Redes Sociais


Brasil

Procon-SP notifica empresas por golpes via WhatsApp

Publicado

dia:

O Procon de São Paulo notificou na quarta-feira, 19, o WhatsApp, OLX, Zap e Mercado Livre para que informem que providências têm adotado para garantir a segurança dos consumidores e usuários.

A notificação foi motivada pelos registros de golpes aplicados a partir de anúncios de venda de produtos e serviços na internet.

O órgão solicitou também que as empresas informem como o consumidor tem sido alertado sobre o golpe e se existe uma campanha de esclarecimento sobre os serviços ofertados.

As empresas têm 72 horas para responderem ao Procon-SP.

Em nota à Agência Brasil, a OLX informou que não foi notificada pelo Procon-SP. A empresa reforçou ainda que não solicita código de verificação ou senhas fora do site para nenhum usuário e recomenda sempre que as negociações aconteçam via chat, na plataforma.

O Grupo ZAP informa que também não recebeu a notificação do Procon. Em nota, a empresa afirma que vem monitorando os casos e “está atuando de forma ágil para combater esta prática ilegal”.

O golpe

De acordo com o Procon-SP, os golpistas monitoram sites de venda e entram em contato com um vendedor, que possa vir a ser alvo em potencial, enviando mensagem por SMS.

Os golpistas afirmam que a mensagem enviada via SMS trata-se de um código que deverá ser digitado pelo WhatsApp para que o vendedor “regularize” seu anúncio na internet. Na verdade, o código é um PIN de autenticação do WhatsApp que, de posse do golpista, possibilita que a conta do aplicativo seja clonada.

O objetivo dos golpistas é roubar a conta do WhatsApp para usá-la em outro aparelho. Com o domínio da conta, eles passam a se comunicar com os contatos cadastrados na agenda do telefone da vítima.

Como não cair no golpe

1-Não clique em nenhum link suspeito.

2-Não repasse nenhum código fornecido por SMS.

3-Configure o PIN para ser digitado regularmente, assim a tendencia de lembrar a senha com mais frequência é maior.

4- Não utilize informações pessoais (como data de aniversário e número de telefone) como senha.

5-Desconfie de mensagens que se passam por empresas de compra e venda.

Publicidade
Clique e Comente

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Publicidade

Siga-nos no Facebook

Mais Lidas