Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Prefeitura de São Paulo relembra ônibus “Fofão” para incentivar público a tomar a quarta dose da vacina contra a covid-19

Publicado

dia:

Prefeitura de São Paulo relembra ônibus “Fofão” para incentivar público a tomar a quarta dose da vacina contra a covid-19

Pessoas com 35 anos ou mais já podem ser imunizadas com mais este reforço na capital paulista

ADAMO BAZANI

A capital paulista já está disponibilizando a quarta dose da vacina contra a covid-19 para pessoas com 35 anos ou mais.

Os médicos alertam para a importância da imunização com o objetivo de evitar formas graves da doença.

E para convencer mais pessoas a se proteger vale, inclusive, um toque de humor.

Nesta quarta-feira, 20 de julho de 2022, Dia do Amigo, SPTrans (São Paulo Transporte) e Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo se uniram para uma peça de campanha interessante para quem vive na capital paulista desde o fim dos anos 1980 e quem admira a história dos transportes.

A campanha diz “Se você já viu o Fofão passeando pela cidade … Está na hora de tomar a quarta dose da vacina contra a covid-19”

Fofão é o apelido do ônibus de dois andares urbano que rodou na cidade de São Paulo pela CMTC (Companhia Municipal de Transportes Coletivos) a partir do fim dos anos 1980, uma ideia do então prefeito Jânio Quadros que queria dar um ar londrino aos transportes paulistanos, uma vez que os ônibus vermelhos de dois andares são marcas registradas de Londres.

A CMTC teve papel importante na criação do modelo de dois andares. A Companhia contribuía com um corpo de técnicos e engenheiros para o desenvolvimento de várias tecnologias. Foi assim com os trólebus – muito da tecnologia dos ônibus elétricos foi implantada por meio de parcerias entre fabricantes, encarroçadoras e CMTC. Com o Fofão foi a mesma história.

Diferentemente do que queria Jânio, a CMTC não pode desenvolver e produzir em escala sozinha um modelo de dois andares. Foi aí que entrou a parceria com a Thamco, empresa fundada em 1985, após o empresário Antônio Thamer (por isso o nome Thamco – Thamer Comércio e Indústria de Ônibus) ter comprado a massa falida da Condor, antiga Ciferal Paulista. Em 1987, a empresa aceitou o desafio proposto pela CMTC.

As primeiras 11 unidades foram colocadas em circulação em 08 de setembro de 1987.

O modelo saía de fábrica com 10,80 metros de comprimento e 4,26 metros de altura, com capacidade para 72 passageiros sentados e 40 em pé. Na parte superior, muito baixa, com altura interna de 1,70 metro, não podia viajar passageiro em pé.

O chassi era o Scania K 112 CL, de 203 cavalos de potência.

Os primeiros ônibus operaram na linha 5111, que atende o corredor da Avenida Santo Amaro, na zona Sul da capital paulista.

Em 1988, foram colocadas em circulação mais 26 ônibus deste tipo.

Estes veículos operaram até 1993, quando foram leiloados pela prefeitura.

Mas se engana quem pensa que o Thamco ODA – Ônibus de Dois Andares – (seu nome real) circulou só por São Paulo.

O Diário do Transporte trouxe uma reportagem especial intitulada “HISTÓRIA: O Fofão além de Jânio Quadros” que mostra algumas das principais cidades brasileiras que tiveram o mesmo modelo operando regularmente no transporte urbano.

Relembre em:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Fonte: Diario do Transporte

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS