Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Por uma frente ampla anti opiniões nocivas – 13/01/2023 – Quadro-negro

Publicado

dia:

Por uma frente ampla anti opiniões nocivas - 13/01/2023 - Quadro-negro


Por whatsapp, me enviam um link curioso, onde o blogueiro Augusto Nunes reclama em um vídeo da punição que o Youtube imputou ao canal Revista Oeste por “conteúdo nocivo”.

O blogueiro, um dos tantos youtubers de direita que, nos últimos anos, encontraram na plataforma um jeito fácil de montar um veículo de comunicação, sem a necessidade de quaificar-se ou implementar uma métrica de qualidade para isso, se perguntava como uma opinião pode ser nociva.

Publicidade

É uma pergunta típica destas que estudantes de comunicação fazem em sala de aula, no primeiro período de um curso de jornalismo. E é neste momento que a existência de alguma disposição para educar comunicadores urge.

Diante a inação do governo Bolsonaro no combate à pandemia de COVID-19, os veículos de comunicação se reuniram para formar um consórcio e evitar um apagão de informações. Talvez esta seja a hora de haver uma nova união contra não só a Fake News, como já vem sendo feito em vários veículos, mas contra a opinião nociva. A opinião que mata.

Para dirigir carros, é necessário ter aulas. Autoescola. Entender que o carro, nas mãos de quem não foi instruído, pode tornar-se uma arma na mão de um motorista.

Publicidade

Veículos de comunicação são tão veículos quanto um caminhão é.

Quanto uma arma é.

Armas, como opiniões, podem ser nocivas.

Publicidade

Estamos em um Brasil onde uma direita usa caminhões, armas e veículos de comunicação de forma nociva contra nossa democracia.

O que leva tantas pessoas conduzirem de forma tão descuidada veículos que podem ser nocivos? Despreparo? Irresponsabilidade?

E como e quem decide que opinião é ou não nociva.

Publicidade

Se deixarmos hipocrisia de lado, é fácil. Exemplos:

Em “A Política”, Aristóteles escreveu: “Onde há então tal diferença como aquela entre alma e corpo, ou entre homens e animais… as menores classes são, por natureza, escravas, e é melhor para elas como para todos os inferiores que devam estar sob o domínio de um mestre”. – Uma opinião nociva, que endossa o racismo e a escravidão.

Em “De Provincilis Consularibus”, Cícero escreve que judeus e sírios são “povos nascidos para a escravidão. – Outra opinião nociva, que endossa o preconceito com judeus e sírios.

Publicidade

Na opinião de Cláudio Galeno, médico mais influente da antiguidade, a genitália feminina era parecida com os olhos de uma toupeira, “inacabadas, um pênis eternamente por nascer” – Mais uma opinião nociva para com as mulheres.

No ano de 1994, 800 mil pessoas morreram em Ruanda porque Hutus possuíam uma opinião nociva sobre Tutsis e vice-versa.

Em janeiro de 2021, nos EUA, o presidente Trump e seus seguidores, inflamados com a opinião de que as eleições foram fraudadas, invadiram o Capitólio.

Publicidade

Trump, hoje, está para ser processado por ter influenciado a baderna, que terminou em tragédia e morte.
Opiniões, nocivas ou não, influenciam pessoas.

Influencers nada mais são do que pessoas que usam sua opinião como dispositivo de poder.

Você pode ter uma opinião que ajude a melhorar a vida do seu bairro. Ou você pode ter uma opinião que ajude a piorar a vida do seu país.

Publicidade

A diferença entre o que é nocivo e o que é noção.

A experiência do corpo negro no Brasil nos fez acostumar com o fato de os outros fundirem o conceito de opinião, arma e poder.

Quando vimos pela TV a horda invadir os prédios de Brasília, quebrando tudo, lembramos do cotidiano das invasões militarizadas que todos os dias acontecem nas periferias do Brasil.

Publicidade

Por um momento, diante nossos olhos, a Praça dos Três Poderes transformou-se em uma favela, e os Patriotas a polícia que invade diariamente as casas dos moradores quebrando tudo o que veem.

O Brasileiro assistiu pela TV, horrorizado, um ataque infame e injusto à sua própria cidadania, à sua própria dignidade.

Quem mora na periferia pensou, “bem vindo ao meu mundo”.

Publicidade

E tudo, seja uma invasão no Jacarezinho que termina com 18 mortos, ou a invasão em Brasília, que termina com sete facadas em um Di Cavalcanti, começa com uma opinião… nociva.

No Jacarezinho ou em Brasília, os influenciadores, os que emitem as opiniões nocivas, são cúmplices dos influenciados e devem ser tratados como tal.

Devem ser punidos se o caso for de má fé ou educados se o caso for de falta de instrução.
Há os nocivos que cometem crime por falta de noção.

Publicidade

Mas há os nocivos que, exatamente por terem absoluta noção do dispositivo de poder que têm, usa o mesmo para manter, recuperar, ou… golpear poder.

O que há de urgente, hoje, no Brasil, é a necessidade de uma grande força tarefa intelectual, civil, que crave o que é opinião que constrói e opinião que destrói.

Opinião que nos faz pensar e opinião criminosa, que coloca um ponto final nas questões.

Publicidade

Sem isso, não conseguiremos…

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE