Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Polícia identifica corpo de Ana Beatriz, o último que faltava

Publicado

dia:

Polícia identifica corpo de Ana Beatriz, o último que faltava


Corpo da jovem de 19 anos foi encontrado em uma cisterna; ela faz parte da família vítima de uma chacina no DF (TV Globo/ Reprodução)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) identificou o último corpo que faltava dos 10 integrantes de uma mesma família desaparecida, vítima de uma chacina. Ana Beatriz Marques de Oliveira, 19 anos, foi encontrada em uma cisterna.

Publicidade

Na madrugada da terça-feira (24), agentes acharam três corpos no local, que fica em uma casa abandonada em Planaltina (DF). Dois já haviam sido identificados e pertenciam a Thiago Gabriel Belchior – marido da cabeleireira Elizamar Silva – e de Cláudia Regina Marques Oliveira, ex-esposa do pai de Thiago, Marcos Antônio, também encontrado morto.

De acordo com a PCDF, devido às condições em que estava o cadáver da jovem, filha de Cláudia e Marcos Antônio, a identificação foi feia por sequenciamento genético.

Com o corpo de Ana Beatriz, fica confirmado que as 10 pessoas desaparecidas foram assassinadas.

Publicidade

Quem são as vítimas?

  • Elizamar Silva, de 39 anos;

  • Os gêmeos Rafael e Rafaela, de 6 anos, filhos de Elizamar;

  • Gabriel, de 7 anos, filho de Elizamar;

  • Thiago Gabriel Belchior de Oliveira, de 30 anos, marido de Elizamar;

  • Marcos Antônio Lopes de Oliveira, de 54 anos, pai de Thiago;

  • Renata Juliene Belchior, de 52 anos, mãe de Thiago;

  • Gabriela Belchior de Oliveira, de 25 anos, irmã de Thiago.

  • Claudia Regina Marques de Oliveira, ex-mulher de Marcos Antônio;

  • Ana Beatriz Marques de Oliveira, filha de Marcos e Regina.

Os corpos

Suspeitos

Três homens foram presos pela polícia:

O quarto suspeito é Carlomam dos Santos Nogueira, que está sendo procurado. Investigações apontam que ele conhecia as vítimas e ao menos um dos suspeitos.

Publicidade

Há ainda um outro suspeito: um adolescente de 17 anos que foi apreendido pela Polícia Militar. Ele confessou a participação no crime, mas como não houve flagrante nem mandados válidos contra o rapaz, ele foi liberado. A Polícia Civil pediu a internação dele.

Motivação do crime

A Polícia acredita que o crime foi motivado por dinheiro, já que:

  • Elizamar tinha uma quantia guardada em uma conta bancária;

  • Renata Juliene tinha R$ 400 mil pela venda de uma casa em Santa Maria, no DF;

  • Claudia Regina tinha uma quantia resultante da venda de um imóvel, em dezembro de 2022.

Na casa de Gideon, a polícia encontrou R$ 14 mil em espécie. Na conta de Horácio Carlos Ferreira Barbosa, investigadores acharam R$ 40 mil. Acredita-se que o dinheiro seja das vítimas.

Publicidade

Fonte: Yahoo Notícias

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE