Siga-nos nas Redes Sociais


Policial

Polícia de SP investiga técnico em enfermagem de 34 anos preso em flagrante por estupro de paciente

Publicado

dia:

Crime ocorreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dona Maria Antonieta, no Grajaú, Zona Sul de São Paulo.

A Polícia Civil investiga um técnico em enfermagem de 34 anos que foi preso em flagrante por estupro de vulnerável contra um paciente de 22 anos. O caso ocorreu em 17 de dezembro na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dona Maria Antonieta, no Grajaú, Zona Sul de São Paulo.

Publicidade

Em nota, o Coren-SP informou que abriu sindicância para investigação de abuso sexual e que a apuração seguirá sob sigilo processual e, após a averiguação dos fatos, “se forem constatados indícios de infração ética, será instaurado um processo ético-profissional”.

O caso foi registrado pelo 101º Distrito Policial. Segundo a Secretaria da Segurança Pública, detalhes serão preservados.

“Os profissionais envolvidos deverão ser notificados para manifestar a sua versão do fato, garantido o direito de defesa. As penalidades previstas na Lei 5.905/73, em caso de confirmação da infração são: advertência, multa, censura, suspensão temporária do exercício profissional ou cassação do exercício profissional pelo Conselho Federal de Enfermagem”, afirmou o Coren-SP.

Publicidade

Nas redes sociais, um perfil que seria do técnico em enfermagem afirma que trabalha no Hospital Alemão Oswaldo Cruz, mas a unidade de saúde nega.

“Não trabalha em nenhuma das unidades da Instituição. Ele atuou na instituição em 2020, por meio de contratação de trabalho temporário, pelo período de três meses, durante o enfrentamento da pandemia da Covid-19. Sendo desligado ao término do contrato de trabalho temporário”, disse o hospital, em nota.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE