Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

PM acusado de tentar estuprar menino após convite para motel é preso por importunar crianças

Publicado

dia:

PM acusado de tentar estuprar menino após convite para motel é preso por importunar crianças

Policial foi preso em flagrante e três meninos disseram terem sido molestados por ele (Foto: Getty Images)

Manoel Pacífico de Oliveira, de 60 anos, capitão aposentado da Polícia Militar, acusado de tentar estuprar um menino após enviar mensagens com convite para motel, foi preso suspeito de importunar duas crianças em um clube de Jataí, no sudoeste de Goiás. O caso aconteceu no domingo (18) e o nome do clube não foi divulgado.

O PM aposentado foi preso em flagrante e segundo guardas municipais que foram até o local, o homem se apresentou como policial e três meninos, de 13, 11 e 7 anos disseram terem sido molestados pelo autor. A Polícia Civil conseguiu comprovar a suspeita contra duas das crianças.

Segundo a ocorrência, no momento do flagrante, o capitão estava no restaurante do clube, com uma criança, que segundo ele, estavam apenas almoçando.

“No momento que os guardas o encontraram, ele estava dentro do restaurante do clube, junto com outra criança. Ao ser questionado, ele se apresentou como Capitão da Polícia Militar, e disse que estava apenas pagando almoço ao menor. Sobre a acusação das outras três crianças, ele alegou que apenas tinha feito massagem nas costas da criança de 7 anos, dentro da sauna”, descreve a ocorrência.

Ainda de acordo com os guardas, informou o portal g1, algumas pessoas que estavam no clube disseram que viram o homem com uma criança no colo. Segundo o delegado responsável pelo caso, os meninos contaram que esperavam a mãe de um deles buscá-los, e todos os responsáveis foram identificados.

“O suspeito alegou que estava só brincando com as crianças. Ele foi preso em flagrante. Agora o procedimento está no cartório para diligências”, disse o delegado.

O PM aposentado, foi encaminhado para o presídio militar de Goiânia e os processos contra ele correm em segredo de Justiça.

Convite para motel

Ano passado, o capitão aposentado da PM já havia sido preso pelo mesmo crime. No caso, ele foi denunciado pelo Ministério Público de Goiás (MP-GO) por estupro de vulnerável e importunação sexual após trocar mensagens por celular convidando um adolescente de 12 anos para ir a um motel na cidade de Rio Verde.

O policial conheceu o menino em um clube de Rio Verde em maio de 2021. Conforme a ocorrência, o garoto estava com o primo de 19 anos no local. O jovem percebeu o comportamento do suspeito, que tentava se aproximar do parente.

O oficial abordou o primo mais velho dentro do banheiro e disse que queria “ficar” com ele. O jovem pegou o telefone do capitão para “saber qual era a intenção dele”.

Após isso, o jovem e o policial passaram a trocar mensagens por meio de um aplicativo. Prints mostram que o suspeito dizia que levaria o rapaz e o adolescente ao motel e que eles iriam “gostar”. O militar chegou a pedir foto ao jovem junto com a vítima e questionava se o adolescente também toparia ir ao motel.

A partir daí, o jovem contou para a família, e o pai do garoto escolheu um posto de gasolina como ponto de encontro. O capitão não sabia, porém, que seria monitorado pela Polícia Civil.

À época, após repercussão, outras vítimas denunciaram o policial. Conforme a Guarda Municipal, a ação do homem foi semelhante no clube de Jataí.

Fonte: Yahoo Notícias

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE