Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Não há concessão a não respeitar normas do processo eleitoral, diz Caiado à CNN

Publicado

dia:

Busca


Vestígios dos ataques de criminosos apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) contra as sedes dos Três Poderes ainda podem ser vistos em Brasília nesta segunda-feira (9). Imagens mostram o resultado da depredação e do vandalismo aos espaços do Palácio do Planalto, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Congresso Nacional.

Em entrevista à CNN, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), afirmou que retornou às atividades antes do prazo previsto após ter sido submetido a uma cirurgia cardíaca.

Publicidade

“A avaliação foi de protesto diante de uma barbárie daquela que nós assistimos. Fui deputado, senador da República por 24 anos. Já presidi movimento ruralista no Brasil, mas jamais transigi daquilo que é respeito às normas do Estado Democrático de Direito. Nunca me viram atentar qualquer tipo de agressão ou de vandalismo a quem quer que seja – seja ao direito de propriedade, público, privado ou aos Poderes constituídos”, disse Caiado.

O governador afirma que tropas do estado foram mobilizadas para o patrulhamento das rodovias após o ataque aos Três Poderes.

“A posição é na defesa intransigente da democracia. Independente de quem seja o presidente da República. Não existe concessão alguma a não respeitar as normas de um processo eleitoral e, ‘amanhã’, acharem que podem, na violência e agressão, impor a sua vontade diante daquilo que é a vontade da população muito bem definida nas eleições e nas urnas”, destacou.

Publicidade

Caiado aponta que, embora tenha apoiado o ex-presidente Jair Bolsonaro, isso “não quer dizer que possa vincular qualquer ato que abone essa barbárie que ocorreu na tarde de ontem em Brasília, onde os poderes foram totalmente destruídos”.

(Publicado por Lucas Rocha)


Fonte: CNN BRASIL

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE