Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Liz Truss faz último discurso defendendo seu plano econômico e corte de impostos

Publicado

dia:

close

A primeira-ministra britânica Liz Truss fez seu último discurso no cargo, nesta terça-feira (25), por volta de 7h15, horário de Brasília.

Falando em frente ao número 10 de Downing Street, sede do governo britânico, a premiê com mandato mais breve na história do país defendeu sua controversa agenda econômica e estratégia de redução de impostos.

Ao final do discurso, Truss entrou em um carro e seguiu em comboio rumo ao Palácio de Buckingham, para renunciar formalmente ao cargo em uma reunião com o rei Charles III.

“Foi uma grande honra ser primeira-ministra deste grande país”, começou Truss. “Em particular, para liderar a nação no luto pela morte de Sua Majestade, a Rainha.”

Ela passou a listar algumas das suas realizações, alegando que “em pouco tempo este governo agiu com urgência e decisão” para ajudar as famílias trabalhadoras.

“Desde meu tempo como primeira-ministra, estou mais convencida do que nunca de que precisamos ser ousados ​​e enfrentar o desafio que temos”, disse.

O gabinete de ministros de Liz Truss estava reunido do lado de fora da famosa porta preta onde o chefe de governo britânico costuma se pronunciar. Houve uma última reunião do gabinete por volta de 5h, horário de Brasília.

Defesa de agenda econômica desastrosa

Liz Truss defendeu sua desastrosa agenda econômica em seu discurso de despedida, com foco na redução de impostos e da presença do Estado, apesar do caos que seu plano fiscal causou.

Comboio de Liz Truss chega ao Palácio de Buckingham para reunião com rei Charles III e renúncia formal ao cargo. / Reuters

“Nós simplesmente não podemos nos dar ao luxo de ser um país de baixo crescimento, onde o governo assume uma parcela cada vez maior de nossa riqueza nacional”, disse Truss.

“Precisamos aproveitar nossas liberdades do Brexit para fazer as coisas de maneira diferente”, continuou ela. “Isso significa oferecer mais liberdade para nossos cidadãos.”

“Isso significa impostos menores para que as pessoas possam manter mais do dinheiro que ganha e isso significa gerar crescimento”, disse Truss.

É improvável que Rishi Sunak tenha em mente o conselho de Truss. Ele advertiu repetidamente que seu plano econômico destruiria os mercados durante o verão, e foi rapidamente comprovado que estava correto.

Apoio à Ucrânia

Truss encerrou seu discurso final como primeira-ministra com um pedido de apoio contínuo à Ucrânia.

“Devemos ser capazes de superar regimes autocráticos onde o poder está nas mãos de poucos”, disse Truss. “E agora, mais do que nunca, devemos apoiar a Ucrânia em sua corajosa luta contra a agressão de Putin.”

Premiê britânica Liz Truss / 20/9/2022 REUTERS/Toby Melville

“A Ucrânia deve prevalecer e devemos continuar a fortalecer as defesas de nossa nação.”

Truss disse que está ansiosa para passar mais tempo em seu distrito eleitoral.

E ela concluiu: “Nosso país continua lutando contra uma tempestade, mas acredito na Grã-Bretanha, acredito no povo britânico e sei que dias melhores estão por vir”.

Fonte: CNN BRASIL

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE