Siga-nos nas Redes Sociais


Policial

Homem é preso no Grajaú acusado de estuprar filhas e filmar atos.

Publicado

dia:

Um homem foi preso no inicio dessa semana no Condomínio Santiago no Jardim Belcito no distrito do Grajaú em São Paulo, acusado de estuprar dois de seus filhos e fazer registro dos atos.

Além disso, também foi realizada denúncia de agressão física e ameaças físicas contra a esposa e os filhos.

O boletim foi registrado no 101º DP do Jardim das Imbuias.

O caso

A prisão aconteceu após denúncia de moradores do Condomínio Santiago, de membros do CONSEG e da avó.

Uma equipe policial da 3ª Companhia do 50° Batalhão da PM realizou a prisão numa operação conjunta com outras unidades.

Segundo informações, após breve entrevista com as crianças, duas delas confirmaram que haviam sido abusadas, foram encaminhadas ao Hospital do Grajaú onde ficaram internadas para realização de exames

O acusado, Eduardo Jesus dos Santos, pai das crianças, foi preso enquadrado pela Lei Maria da Penha e por Abuso Sexual.

Estatísticas Assustadoras

Infelizmente esse caso só aumenta várias estatísticas assustadoras.

Segundo dados divulgados no 13° anuário brasileiro de segurança pública, que publicado no dia 10 de setembro de 2019, a cada 4 horas uma menina com menos de 13 anos é abusada sexualmente no Brasil.

Além disso, 53,8% das violências sexuais registradas são contra meninas de até 13 anos. E desses casos, mais de 13% o ato é cometido pelo próprio pai/padrasto. Meninos também sofrem com abusos.

Analistas e estudiosos dizem que essas estatísticas tendem a serem maiores pois muitos casos não são denunciados.

Ações e possíveis soluções

Muitas pessoas questionam o que pode ser feito para evitar que casos como esses continuem a acontecer.

Especialistas dizem que a educação sexual e conversas sobre o tema feitas de forma correta e consciente podem ajudar as crianças a identificarem abusos e a realizarem denúncias.

A psicóloga e doutora em educação pela UNESP (Universidade Estadual Paulista) Mary Neide Figueiró, de 63 anos, em entrevista para a Ponte Jornalismo falou sobre a importância da educação sexual. “A educação sexual é o inverso da erotização da criança. Ela tem a finalidade de levar informação e conhecimento sobre tudo o que diz respeito ao corpo, para que as pessoas entendam de onde vieram”, sustenta Figueiró.

Além disso, prestar atenção nas crianças, não relativizar a infância, e não abafar denúncias são ações que podem evitar o crescimento dessas estatísticas.

Fonte: Gaúcha ZH, Ponte Jornalismo, Justificando

Clique e Comente

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Publicidade

Siga-nos no Facebook

Mais Lidas

Copyright © 2019 Grajaú News. Notícias do Extremo Sul de São Paulo. Não nos responsabilizamos pelo conteúdo de sites externos citados. As publicações são de exclusiva responsabilidade dos autores e os comentários publicados nas matérias não representam a opinião do Portal. Contate-nos: [email protected]