Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Homem confessa ter estuprado e matado menina de 11 anos | Polícia

Publicado

dia:

Homem confessa ter estuprado e matado menina de 11 anos | Polícia

Reprodução/Redes sociais – 24.07.2022

Bianca Rodrigues de Siqueira Lima foi assassinada

A Polícia Civil prendeu em flagrante neste sábado (23) o homem acusado de matar e ocultar o corpo de Bianca Rodrigues de Siqueira Lima
, 11 anos, que estava desaparecida desde a última sexta-feira (22), em Paraíba do Sul, no interior do estado do Rio. O homem, que não teve a identidade divulgada, confessou ter estuprado, estrangulado e queimado o corpo da vítima, segundo a polícia.

Ainda de acordo com policiais da 107ª DP (Paraíba do Sul) e da 108ª DP (Três Rios), que efetuaram a prisão, os familiares da menina procuraram a delegacia no final da noite de sexta-feira, para comunicar que a criança havia deixado a casa da avó, no distrito de Sebollas, na tarde anterior, e seu paradeiro era desconhecido. A menina foi vista na garupa da moto de um homem que teria sido identificado como conhecido da família. Ela completaria 12 anos neste sábado.

Os agentes encontraram o suspeito e a motocicleta em Chiador (MG), cidade a cerca de 40 km de Paraíba do Sul, para onde ele fugiu depois de matar a vítima. Após ser encontrado, o homem apontou o local onde a menina foi morta, teve o corpo queimado e escondido, em uma propriedade rural às margens da Estrada dos Macacos, em Paraíba do Sul. A motivação do crime ainda é desconhecida.

De acordo com o delegado Cláudio Batista Teixeira, da 108ª DP (Três Rios), responsável pela investigação, o suspeito é pai das netas do padastro de Bianca. Além disso, ele contou que o exame do IML apontou que a vítima também foi agredida antes de morrer.

“O suspeito confessou que manteve relação sexual com a vítima e que depois teria provocado sua morte através de esganadura, uma vez morta, Bianca teve o corpo queimado pelo rapaz. Peritos estiveram no local e lá foi feito exame e coleta de material e o corpo encaminhado para o IML, onde foi necropsiado. O resultado trouxe informações compatíves com o relato do rapaz, todavia, trouxe indícios de que Bianca foi agredida antes de morrer e morreu não em função da esganadura, mas em função da queimadura de seu corpo, uma vez que havia vestígios de fuligem no seu corpo”, explicou o delegado.

Segundo a Polícia Civil, as investigações prosseguem e outras pessoas ainda devem ser ouvidas. A previsão é que o acusado seja transferido nesta segunda-feira (25) para um presídio do Rio, onde vai passar por uma audiência de custódia. O inquérito, após a finalização, será encaminhado ao Ministério Público.

Luto

Nas redes sociais, a prefeita da cidade de Paraíba do Sul, Dayse Onofre, decretou luto oficial de três dias pela morte de Bianca, que era aluna da rede municipal de ensino do município. “Que Deus acolha a amada Bianca e conforte o coração de seus pais e familiares”, escreveu a prefeitura na postagem.

Familiares da vítima também lamentaram a perda das redes sociais. “Obrigada meu Deus por ter me permitido conviver com ela nesses 11 anos foram tantas coisas boas, tantos momentos de felicidades vividos com você meu amor. Brilha minha estrelinha”, lamentou a mãe de Bianca.

Uma tia de Bianca também usou as redes para prestar uma última homenagem. “Vai com Deus, minha princesinha, você está bem com papai do céu agora, pra nós só resta a dor de não ouvir mais sua voz, de ter seus abraços, de ouvir você falando ‘oi macinha’ ou então falando ‘oi titia’, de ouvir sua voz meiga quando falava mamãe ou vovó, hoje pra gente só resta tristeza e saudade”, lamentou a tia.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram
e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS