Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Guilherme de Pádua fala de documentário sobre Daniella Perez: ‘Preciso me defender’

Publicado

dia:

Guilherme de Pádua fala de documentário sobre Daniella Perez: ‘Preciso me defender’

Ator foi condenado por assassinar a atriz, filha da autora Gloria Perez, com a ajuda de Paula Thomaz; detalhes do caso foram expostos em ‘Pacto Brutal: o Assassinato de Daniella Perez’

Reprodução/YouTube/Guilherme de Pádua

Guilherme de Pádua voltou às redes sociais para comentar sobre a série da HBO Max

Longe das redes sociais há mais de dois anos, o ex-ator Guilherme de Pádua publicou um vídeo no qual comenta sobre a série “Pacto Brutal: o Assassinato de Daniella Perez”, que estreou na última quinta-feira, 21, na HBO Max. A produção traz relatos inéditos e novos detalhes da morte da atriz, filha da autora Glória Perez, que foi assassinada por Guilherme e sua então esposa, Paula Thomaz, em 1992. No vídeo, ele negou que deixou de usar as redes sociais por causa da série documental e disse que não atualizava seus perfis desde maio de 2020. “Fiz isso a pedido de um pastor que me aconselha, me orienta e tem sido muito importante na minha vida. Naquele tempo, estávamos no auge da pandemia, havia muita discussão, não se podia dar mais opiniões”, comentou o ex-ator, dando a entender que não queria correr o risco de opinar sobre uma questão polêmica e comprometer sua imagem, que ainda é associada ao crime que cometeu no passado. “Tem uns seis meses que fiquei sabendo [do documentário]”, acrescentou. 

Guilherme acredita que as redes sociais o ajudam, pois é onde ele consegue se pronunciar e mostrar o que está fazendo atualmente. “São muito úteis para mim, porque no imaginário das pessoas eu devo estar fazendo alguma coisa errada, devo estar cometendo algum crime”, declarou. Ele continuou dizendo que se sente perseguido, mas que “entende perfeitamente” por que isso acontece, pois se estivesse em outra posição talvez estaria fazendo o mesmo. Por outro lado, o assassino de Daniella Perez demonstrou temer a repercussão do documentário. “Eu preciso de alguma forma tentar me defender das acusações e perseguições para que eu não seja linchado socialmente, então as redes sociais vieram muito a calhar para mim”, falou o ex-ator, que deixou claro que só voltou a aparecer por causa da série. “Eu sei do meu passado, nada vai apagar, nada vai corrigir, mas pode ter certeza que hoje todas as minhas forças estão dedicadas a fazer alguma coisa que possa ter algum sentido mais positivo”, concluiu. Daniella foi morta a facadas quando tinha 22 anos. Na época, Guilherme interpretava seu par romântico na novela “De Corpo e Alma”, escrita por Gloria. 

 

Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS