Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Governo Lula terá recorde de mulheres no comando dos ministérios

Publicado

dia:

Governo Lula terá recorde de mulheres no comando dos ministérios


Montagem/iG Último Segundo

Marina e Tebet comandarão os ministérios do Meio Ambiente e do Planejamento, respectivamente

O presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) anunciou, nesta quinta-feira (29),  o nome dos últimos 16 ministros que vão compor o seu novo governo. E as nomeações representaram um recorde: o número de mulheres que comandarão os ministérios. 

Publicidade

Ao todo, o petista nomeou 11 ministras para chefiarem as pastas ao logo no início do seu terceiro mandato como presidente da República. O recorde anterior era do governo de Dilma Rousseff, que contou com 8 ministras na largada do mandato.

Veja a lista das 11 ministras anunciadas por Lula:

  • Marina Silva – Meio Ambiente
  • Anielle Franco – Igualdade Racial
  • Margareth Menezes – Cultura
  • Simone Tebet – Planejamento e Orçamento
  • Ana Moser – Esporte
  • Sônia Guajajara – Povos Indígenas
  • Daniela Waguinho – Turismo
  • Nísia Trindade – Saúde
  • Esther Dweck – Gestão
  • Luciana Santos – Ciência e Tecnologia
  • Cida Gonçaçvez – Mulheres

Entre todas as mulheres anunciadas para chefiar os ministérios, apenas Marina Silva já havia sido ministra. Ela comandou a pasta do Meio ambiente entre 2003 e 2008. Lula nomeou 26 homens para compor o restante dos 37 ministérios.

Novo nome para Ministério do Meio Ambiente

Publicidade

Marina Silva (Rede) revelou nesta quinta-feira (29) que  o Ministério do Meio Ambiente ganhará um novo nome e se chamará Ministério do Meio Ambiente e da Mudança Climática. Em entrevista à GloboNews, a futura ministra do governo do petista relatou que sua principal missão é resgatar a agenda socioambiental.

“Agradeço a confiança depositada pelo Lula para, juntos com a nossa mobilizada sociedade, enfrentarmos o grande desafio de resgatar e atualizar a agenda socioambiental perdida”, falou a deputada federal eleita. Ela escreveu a mensagem em seu perfil no Twitter.

A ex-senadora ficou reconhecida internacionalmente por ter feito um forte trabalho contra o desmatamento na Amazônia. Entre 2005 e 2012, o governo PT conseguiu apresentar índices de queda no desflorestamento na área. Ela também iniciou o debate sobre pagamentos por serviços ambientais para quem ajuda a preservar a floresta.

Publicidade

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE