Siga-nos nas Redes Sociais


Bairros

Governo de SP vistoria obras habitacionais na Zona Sul Grajaú

Publicado

dia:

Local deve contar com 562 moradias e com urbanização de 1.055 domicílios em loteamentos do Projeto Mananciais Billings e Guarapiranga

O Governador em exercício Cauê Macris, o Prefeito Bruno Covas, o Secretário Executivo da Habitação Estadual, Fernando Marangoni, e o Secretário Municipal da Habitação, João Farias, visitaram nesta quinta-feira (19) as obras do empreendimento Grajaú D – Chácara do Conde, na zona Sul da capital paulista.

O conjunto Grajaú D é resultado de convênio entre a Secretaria Estadual, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), e a Prefeitura de São Paulo, que visa a construção de 562 moradias e também a urbanização de 1.055 domicílios nos loteamentos Jardim Pabreu e Prainha, dentro do Projeto Mananciais Billings e Guarapiranga, da Prefeitura de São Paulo. Os recursos para a construção do empreendimento são repassados à Secretaria Municipal de Habitação (Sehab), que é responsável pela execução da obra.

A CDHU está investindo R$ 41,2 milhões nas 562 unidades do novo residencial, que beneficiará famílias de moradias precárias na região dos mananciais.

“O Estado tem sido parceiro da Prefeitura não só com a CDHU, mas também com as Parcerias Público Privadas. Temos diversas unidades via PPPs sendo construídas neste momento”, declarou Macris.

Presidente da Assembleia Legislativa, Cauê Macris assumiu o Governo no último domingo (15), já que o Governador João Doria e o Vice-governador Rodrigo Garcia estão em agendas internacionais em busca de novos investimentos para São Paulo. Nesta sexta-feira (20), Garcia reasssume o comando do Executivo estadual e, no sábado (21), Doria retorna de missão oficial no Japão e retoma o trabalho no Palácio dos Bandeirantes.

Habitação na capital e região metropolitana

O Governo do Estado já entregou, na cidade de São Paulo, 101.410 moradias e há outras 13.230 unidades habitacionais em obras, que representam um investimento de R$ 444,5 milhões do tesouro estadual.

O programa de regularização fundiária Cidade Legal, responsável pela entrega de títulos de propriedade em bairros de interesse social até então irregulares, tem 1.260 núcleos inscritos na cidade, com 304.635 imóveis pleiteando regularização.

Já na Região Metropolitana de São Paulo, foram entregues 186.809 unidades e há outras 20.100 moradias em obras, com investimento de R$ 621,1 milhões.

O programa de regularização fundiária Cidade Legal atende 39 municípios na RMSP, sendo 3.822 núcleos pleiteando regularização. Atualmente são 785.258 imóveis inscritos no Cidade Legal, dos quais 81.476 já finalizaram o processo de regularização. Quando todas essas moradias estiverem regulares, mais de 3,1 milhões de pessoas serão beneficiadas com o recebimento dos títulos de propriedade de seus imóveis.

Continue lendo
Clique e Comente

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Siga-nos no Facebook

Publicidade

Mais Lidas

Copyright © 2019 Grajaú News. Notícias do Extremo Sul de São Paulo. Não nos responsabilizamos pelo conteúdo de sites externos citados. As publicações são de exclusiva responsabilidade dos autores e os comentários publicados nas matérias não representam a opinião do Portal. Contate-nos: [email protected]