Siga-nos nas Redes Sociais


Bairros

Gestão Doria cria peça de marketing para promover CoronaVac; assista

Publicado

dia:

O governo de São Paulo divulgou na tarde de 5ª feira (7.jan.2021) um vídeo promocional do Instituto Butantan com o que seriam os bastidores da revelação da taxa de eficácia da CoronaVac contra a covid-19. De acordo com as autoridades paulistas, o imunizante reduz em 78% as chances de contrair a doença.

São usadas imagens de duas câmeras instaladas em reunião realizada em 6 de janeiro entre representantes do Butantan, que desenvolve a vacina junto à farmacêutica chinesa Sinovac. “Vocês sabem que essa luta não foi fácil. Vocês sabem que nós todos tivemos um período muito difícil para poder fazer essa vacina chegar ao povo brasileiro“, diz o diretor do instituto, Dimas Covas.

A declaração é dada antes da revelação dos resultados do estudo realizado com 12.476 voluntários da área de saúde. O vídeo então corta para a cena em que um dos pesquisadores lê os resultados:

Para casos leves, que precisam de algum tipo de ajuda, de assistência, seja porque precisa de assistência médica ou medicação, a eficácia foi 77,96%“, diz o pesquisador, interrompido por aplausos dos representantes do Butantan. Ele continua: “[…] Intervalo de confiança de 49,15 e superior a 90,44. Para casos de internação hospitalar: 100% eficaz“.

O anúncio de 100% de eficácia ao evitar internações de infectados pelo coronavírus é precedido de uma breve pausa e seguido por efusivas comemorações. A edição do vídeo amplia a catarse do momento, com trilha sonora dramática, efeito de slow motion e a transição para o preto e branco.

Com esses resultados nós temos certeza de que nós temos uma boa vacina. Uma vacina que vai nos ajudar a sobreviver, neste 1º momento, a essa terrível pandemia“, celebra Dimas Covas ao fim da peça publicitária, que é encerrada com a seguinte inscrição:

A vacina do Butantan é eficaz contra a covid-19 e está disponível para controle da pandemia no Brasil. E está entre as mais seguras do mundo“.

Assista ao vídeo abaixo (2min30seg):

Na apresentação exibida durante o anúncio à imprensa, feito na 5ª feira (7.jan), o governo promete “o estudo mais detalhado já apresentado”. Eis a íntegra (517 KB). Mas os dados apresentados pelo governo de João Doria (PSDB) deixam lacunas.

Nem na apresentação, nem no vídeo e nem na entrevista concedida a jornalista são detalhados dados como o número exato de casos de covid-19 registrados em cada grupo de voluntários (os que tomaram a CoronaVac e os que tomaram placebo). O governo paulista também não deixou claro quais os sintomas desenvolvidos  pelas pessoas que contraíram a doença. Nem detalhou informações como idade, sexo ou se os infectados já tinham comorbidades.

Pesquisadores criticam a forma como os dados foram divulgados e contestam os próprios resultados apresentados.

Publicidade
Clique e Comente

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Publicidade

Siga-nos no Facebook

Mais Lidas