Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Gaviões da Fiel anuncia não apoiar Lula e nem Bolsonaro nas eleições

Publicado

dia:

Gaviões da Fiel anuncia não apoiar Lula e nem Bolsonaro nas eleições

Gaviões da Fiel soltou nota para anunciar isenção nas eleições presidenciais de / Reprodução

A Gaviões da Fiel, maior torcida organizada do Corinthians, soltou uma nota oficial na manhã desta quinta-feira para anunciar que a entidade vai se manter isenta nas eleições presidenciais deste ano.

“A diretoria executiva dos Gaviões da Fiel Torcida – Força Independente, vem por meio dessa informar a todo quadro associativo, que não apoia nenhum dos candidatos que concorrem ao cargo máximo do executivo (Presidência) nas eleições 2022”, começa a nota da Gaviões.

Depois, a torcida diz que o princípio de sua existência é o Corinthians e afirma que a função social da Gaviões não é participar dos rumos e das construções políticas que  constituem um país. “Para essas questões, existem partidos, militância organizada e movimentos espontâneos”, diz o documento.

A nota também afirma que manifestações políticas que ocorreram no jogo contra o Fluminense, nesta quarta, na Neo Química Arena, em apoio a Lula, “foram espontâneas não refletem as opiniões tampouco o direcionamento da torcida”.

Uma parte dos adeptos subiram uma bandeira de Lula após o fim da partida, e entoaram cânticos contra Bolsonaro.

Leia a nota completa:

“A diretoria executiva dos Gaviões da Fiel Torcida – Força Independente, vem por meio dessa informar a todo quadro associativo, que não apoia nenhum dos candidatos que concorrem ao cargo máximo do executivo (Presidência) nas eleições 2022.

O princípio da nossa existência é o Sport Club Corinthians Paulista, e desse não nos furtamos de todas manifestações, discussões e seu espectro político como um todo.

Ainda que a torcida organizada seja um movimento popular e por consequência composto preponderantemente por trabalhadores e trabalhadoras, a sua função social não é participar dos rumos e das construções políticas que dinamicamente constituem um país. Para essas questões, existem partidos, militância organizada e movimentos espontâneos.

Não obstante, é preciso deixar evidente ao quadro associativo, que as manifestações políticas ocorridas no último jogo foram espontâneas e não refletem as opiniões tampouco o direcionamento da torcida.

O fato de não nos posicionarmos com relação aos presidenciáveis, não nos coloca como uma instituição indiferente aos rumos do país, ou às mazelas sociais que assolam o povo Brasileiro.

Entretanto, cientes das nossas limitações e dos princípios que nos constituíram, focamos toda a nossa capacidade organizativa e de mobilização, para lutar pela redemocratização do grande Corinthians e da nossa instituição!

Sem mais para o momento,

A DIRETORIA”



Fonte: Gazeta SP

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA