Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Fotógrafo que estava desaparecido é achado morto

Publicado

dia:

Fotógrafo que estava desaparecido é achado morto

O fotógrafo e documentarista ucraniano Maks Levin foi encontrado morto nas proximidades da capital ucraniana, Kiev, após ser considerado desaparecido por mais de duas semanas, informou hoje a presidência do país, dia em que a invasão russa completa 38 dias.

“Ele desapareceu na zona de hostilidades em 13 de março, na região de Kiev. Em 1º de abril, o corpo foi encontrado perto da localidade de Gouta Mezhyguirska”, afirmou o secretário do gabinete presidencial, Andrey Yrmak.

De acordo com a ONG ucraniana IMI (Instituto de Informação de Massas), que citou informações preliminares da Procuradoria Geral, o jornalista “desarmado” teria sido atingido por “dois tiros” de soldados russos.

Levin, de 40 anos e pai de quatro filhos, colaborou com vários meios de comunicação da Ucrânia e internacionais.

Em 2014, no início da guerra contra os separatistas pró-Rússia apoiados por Moscou no leste da Ucrânia, ele conseguiu sair de uma cidade do sudeste que estava cercada, onde centenas de soldados ucranianos morreram em poucos dias.

Jornalistas ucranianos e de países ocidentais morreram e dezenas ficaram feridos na Ucrânia desde o início da invasão russa, em 24 de fevereiro.

* Com AFP

!function (f, b, e, v, n, t, s) {
if (f.fbq) return;
n = f.fbq = function () {
n.callMethod ?
n.callMethod.apply(n, arguments) : n.queue.push(arguments)
};
if (!f._fbq) f._fbq = n;
n.push = n;
n.loaded = !0;
n.version = ‘2.0’;
n.queue = [];
t = b.createElement(e);
t.async = !0;
t.src = v;
s = b.getElementsByTagName(e)[0];
s.parentNode.insertBefore(t, s)
}(window, document, ‘script’, ‘
fbq(‘init’, ‘1425099884432564’);
fbq(‘track’, ‘PageView’);

Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS