Siga-nos nas Redes Sociais


Saúde

Fiocruz abrirá sede para estimular ciência em alunas de escolas do Rio

Publicado

dia:

Vírus impulsiona síndromes respiratórias em crianças de até 4 anos


Leonardo Oliveira/ Fiocruz

Fiocruz quer estimular ciência entre mulheres jovens

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) abrirá suas portas nos dias 8, 9 e 10 de fevereiro para meninas estudantes de escolas públicas do ensino médio no estado do Rio de Janeiro. É para comemorar o Dia Internacional das Mulheres e Meninas na Ciência, celebrado em 11 de fevereiro. 

Publicidade

O período de inscrições começou no último dia 2 e vai até 22 de janeiro, e as regras podem ser consultadas no site do programa. A coordenadora de divulgação científica da Fiocruz, Cristina Araripe, encoraja a inscrição de meninas de todas as partes do Rio, moradoras do interior, Baixada Fluminense, favelas e comunidades tradicionais, matriculadas em escolas municipais, estaduais e federais.

“A gente tem uma expectativa de receber muitas inscrições. Temos 100 vagas, e a gente vai adotar, com certeza, critérios ligados à diversidade”, disse Cristina, que adianta que o programa vai ser realizado primeiro no Rio de Janeiro, mas depois será levado aos 10 estados em que a Fiocruz tem centros de pesquisa.

A coordenadora pede que as meninas se inscrevam independentemente de suas condições financeiras, porque poderá ser possível estabelecer parcerias com escolas e secretarias de Educação para viabilizar sua participação. Professoras que saibam do programa também são encorajadas a estimular a inscrição de suas alunas. 

Publicidade

Além de preencher as informações necessárias e enviar autorização dos responsáveis, as candidatas deverão responder às seguintes perguntas, com 100 palavras cada: “Qual a importância das mulheres na ciência?”; e “Quais são as principais áreas de conhecimento do seu interesse?”

Visitas a laboratórios

A escolha será feita pela coordenação do Programa Fiocruz Mulheres e Meninas na Ciência. A decisão será divulgada online no próximo dia 27 de janeiro.

As selecionadas vão conhecer o campus da Fiocruz em Manguinhos, na zona norte do Rio, visitar laboratórios, vivenciar atividades de pesquisa e conversar com mulheres cientistas. 

Publicidade

O programa busca despertar entre as estudantes o interesse nas áreas de ciência, tecnologia e inovação em saúde pública, destacando a trajetória de mulheres cientistas da Fiocruz.

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE