Siga-nos nas Redes Sociais


Brasil

Estados têm mais de 600 mil testes que perdem validade a partir de dezembro

Publicado

dia:

O RT-PCR é 1 dos exames mais eficazes para diagnosticar a covid-19

Ao menos 605.500 unidades de testes para covid-19 enviados pelo governo federal aos Estados vão perder a validade até janeiro de 2021.

O levantamento foi publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta 4ª feira (25.nov.2020). O estudo levou em conta informações de 17 Estados e do Distrito Federal. Nove unidades federativas não forneceram dados.

A consulta aponta que São Paulo tem o maior estoque de testes do tipo RT-PCR com validade até dezembro (220 mil). Em seguida está Minas Gerais, com 167.000 exames que perderão a validade no próximo mês.

O exame RT-PCR é feito por meio de 1 cotonete introduzido na região nasal e faríngea do paciente. Na rede privada, o valor do exame chega a R$ 400.

De acordo com a reportagem, secretários estaduais e municipais de Saúde dizem que não usaram todos os testes pois receberam kits incompletos para os diagnósticos.

No último domingo (22.nov), o jornal O Estado de S. Paulo já havia apontado que, dos 7,1 milhões de exames que estão em 1 depósito do Ministério da Saúde em Guarulhos (SP), 96% vão perder a validade nos próximos 2 meses.

A pasta disse que só entrega os testes quando há pedidos dos Estados. Procurada, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) informou que a entrega de testes vencidos é uma infração sanitária.

Publicidade
Clique e Comente

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS