Siga-nos nas Redes Sociais


Bairros

Entregue o novo Hospital da Mulher na região central

Publicado

dia:

Entregue o novo Hospital da Mulher na região central

Com investimentos de R$ 245 milhões, o novo Hospital da Mulher foi inaugurado oficialmente no último dia 14, na região central da capital. Construído em uma área cedida pela Prefeitura de São Paulo, o hospital do governo do Estado é o maior centro de saúde especializado da América Latina.

“Esse é um terreno da Prefeitura de São Paulo. Esse equipamento vem para cá e sai de um prédio que era o aluguel mais caro do governo do Estado”, disse o prefeito Ricardo Nunes.

O novo hospital vai atender especialidades como oncologia ginecológica e mamária, ginecologia de alta complexidade, cuidados paliativos e reprodução humana assistida, além de atuar no ensino e pesquisa do programa de residência médica em Ginecologia e Mastologia.

A transferência do antigo prédio para o novo ocorrerá gradativamente, evitando prejuízos aos pacientes, e deve ser concluída no decorrer de outubro. Neste momento, já estão funcionando os atendimentos no ambulatório do hospital e todos os profissionais da antiga unidade serão integralmente absorvidos no novo prédio.

“Talvez esse hospital esteja instalado na área de maior vulnerabilidade da nossa capital e vem mostrar que com trabalho, dedicação e a parceria do Estado com a Prefeitura nós podemos fazer a diferença”, destacou o secretário de estado de Governo, Marcos Penido.

A unidade vai oferecer cerca de 184,3 mil procedimentos ao ano, incluindo atendimentos ambulatoriais, internação e sessões de quimioterapia, hormonioterapia e radioterapia e ampliará a quantidade de leitos para 172, sendo 10 de UTI e 60 de enfermaria. Haverá ainda aumento de 66% nos serviços de quimioterapia e hormonioterapia. No local, as pacientes também contam com tomografia com sedação e ressonância magnética (PET-CT), além da ampliação da oferta de mamotomia e urodinâmica, de acordo com o governo estadual.

A gestão da unidade será feita pela Organização Social de Saúde (OSS) Serviço Social da Construção Civil do Estado de São Paulo (Seconci-SP), selecionada por chamamento público. A Inova, que construiu o prédio, fica responsável pela manutenção predial e a parte de equipamentos. Com mais de 50 mil m² de área construída, o prédio foi erguido por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP) com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento.

VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA

A nova unidade mantém um espaço destinado ao programa Bem-me-quer, uma parceria entre as secretarias de Estado da Saúde, da Segurança Pública e Procuradoria Geral do Estado.

Pioneira no país, a iniciativa oferece gratuitamente atendimento médico, assistência psicológica e jurídica e acompanhamento integral a mulheres e crianças vítimas de violência sexual. No ano passado, foram atendidas pelo programa mais de três mil mulheres.

Fonte: Notícias da Região

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA