Siga-nos nas Redes Sociais


Brasil

Em partida acirrada, França desempata na prorrogação e Brasil é eliminado nas oitavas da Copa do Mundo feminina

Publicado

dia:

Com empate em 1 a 1 no tempo normal, francesas marcaram um gol em jogada de bola parada na prorrogação.

Em uma partida de igual para igual, o Brasil acabou sendo derrotado na prorrogação pela França e foi eliminado da Copa do Mundo feminina.

Ao contrário do que se esperava, o jogo teve um grande equilíbrio do início ao fim, e as brasileiras puderam terminar com orgulho.

A abertura do placar aconteceu com gol das francesas, feito por Gauvin, o empate foi feito pelas brasileiras através de Thaísa. Na prorrogação o Brasil quase desempatou com Debinha, mas a zagueira Mbock Bathy salvou a goleira da seleção francesa e a França.

No próximo lance seguinte, em uma reedição do gol de Thierry Henry — cujo gol causou a eliminação brasileira masculina da Copa do Mundo em 2006 —, a rede brasileira balançou e o resultado foi decidido por Amandine Henry ( um nome que tem um peso negativo para as seleções brasileiras), eliminando assim a equipe do técnico Vadão. 

Com o resultado as francesas avançam às quartas e enfrentarão Estados Unidos ou Espanha. 

Importância da Copa do Mundo Feminina 2019

Essa edição da Copa do Mundo Feminina foi importante pois teve mais divulgação do que as anteriores, com transmissão em vários canais, possibilitando que mais pessoas pudessem acompanhar as jogadoras da nossa seleção.

Também teve vários pontos a serem observados, como a diferença de salários e de pagamentos por patrocínios.

A atuação e o carisma das jogadoras foi para muitas pessoas um alento e uma mudança perante o desgaste que a camisa da seleção vem sofrendo devido ao uso político controverso e os fracassos e posturas problemáticas de jogadores da seleção masculina.

Nessa copa também tivemos a quebra de um recorde através de Marta, que se tornou a maior artilheira de todas Copas, incluindo as masculinas, com 17 gols, superando a marca do alemão Miroslav Klose, e o destaque de Cristiane que fez diversos gols pela seleção, incluindo 3 na estréia do Brasil na Copa.

Essa campanha, mesmo terminando precocemente, com certeza vai servir de inspiração e motivação, para que a seleção feminina continue se aprimorando e trazendo diversão para a torcida brasileira, que precisa muito de momentos como o que essa Copa e a seleção trouxeram.

Copa do Mundo Feminina – Oitavas de final

Local: Le Havre, na França.

França – 2 gols ( Gauvin aos 6 minutos do segundo tempo, e Amandine Henry na prorrogação)
Escalação
Bouhaddi; Majri, Renard, Mbock, Torrent; Le Sommer, Henry, Bussaglia e Asseyi (Thiney, 47’/ 2°); Gauvin (Cascarino, 47’/ 2°) e Diani. 
Técnica: 

Brasil – 1 gol ( Thaísa aos 8 minutos do segundo tempo)
Escalação
Bárbara; Letícia (Poliana, 43’/ 2°), Mônica, Kathellen, Tamires; Ludmilla (Bia, 25’/ 2°), Formiga (Andressinha, 29’/ 2°), Thaísa e Marta; Debinha, Cristiane (Geyse, 5’/P). 


Arbitragem: Marie-Soleil Beaudoin (Canadá)

Fonte: GaúchaZH

Continue lendo
Clique e Comente

Você precisa estar logado para postar um comentário Entrar

Deixe uma resposta

Siga-nos no Facebook

Publicidade

Mais Lidas

Copyright © 2019 Grajaú News. Notícias do Extremo Sul de São Paulo. Não nos responsabilizamos pelo conteúdo de sites externos citados. As publicações são de exclusiva responsabilidade dos autores e os comentários publicados nas matérias não representam a opinião do Portal. Contate-nos: [email protected]