Siga-nos nas Redes Sociais


Famosos

Elon Musk é chamado de ‘ditador’ por ex-funcionário do Twitter

Publicado

dia:

Elon Musk


Desde que assumiu o controle do Twitter, Elon Musk vem sendo muito criticado por todas as mudanças que tem feito na rede social, e agora o empresário está sendo acusado de administrar o Twitter “como um ditador”. E quem disse isso foi o ex-chefe de confiança e segurança da plataforma, Yoel Roth, que renunciou no início deste mês.

Leia+: Elon Musk volta a banir Kanye West do Twitter

Publicidade

Roth afirma que a plataforma começou a se desviar da política pública em relação às decisões tomadas pelo magnata, de acordo com o jornal “The New York Post”.

Falando em um evento organizado pela “Knight Foundation”, Yoel Roth disse: “Um dos meus limites era se o Twitter começasse a ser governado por decreto ditatorial e não por política… não há mais necessidade de mim em minha função, fazendo o que faço”, justificou sobre sua saída inesperada.

Roth também afirmou que o Twitter agora está ‘menos seguro nas mãos de Musk’, que concluiu a aquisição do site por US$ 44 bilhões no mês passado.

Publicidade

Na conversa, o ex-funcionário do Twitter defendeu a decisão de suspender o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, do site após os distúrbios no Capitólio dos Estados Unidos em 6 de janeiro do ano passado e apontou o risco de uma nova incitação à violência:

Leia+: Elon Musk pode ter mais filhos á caminho

“Vimos o exemplo mais claro possível de como as coisas mudaram do online para o offline. Nós vimos pessoas mortas no Capitol.”, criticou, sendo totalmente contra a fala de Musk de que banir Trump do Twitter foi um ‘erro grave’ da plataforma.

Publicidade

Depois de elogiar Adolf Hitler para seus funcionários, Kanye West declarou amor ao ditador genocida ao participar de uma entrevista com Alex Jones, famoso por acreditar e disseminar várias teorias de conspiração.

“Todo ser humano tem algo de valor que trouxe para a mesa, especialmente Hitler. Também Hitler nasceu cristão”, disse o rapper.

Leia +: Kanye West é processado por não pagar aluguel

Publicidade

West – que agora se intitula como Ye e já perdeu contratos por conta de suas declarações polêmicas – usava uma máscara preta cobrindo completamente o rosto e discursou sobre pecado, pornografia e o diabo.

“Eu amo os judeus, mas também amo os nazistas”, disse o músico. “Não gosto de ver a palavra ‘maldade’ ao lado de nazistas”, insistiu ele na longa e confusa entrevista da qual também participou o supremacista branco Nick Fuentes.

Eu enxergo coisas boas sobre Hitler também”.

Publicidade

Ele continuou com as declarações antissemitas: “Amo todo mundo. Não posso dizer que essa pessoa (Hitler) que inventou as estradas e os microfones que uso como músico não fez nada de bom. Cada ser humano tem algo valioso que trouxe para a mesa, especialmente Hitler”, acrescentou.

TCHAU, TWITTER

Diante das declarações antissemitas e admiração por Hitler por parte de West, Elon Musk suspendeu a conta do rapper no Twitter. A atitude do dono da rede social aconteceu menos de dois meses após a conta ter sido restabelecida. Musk alegou que o rapper incitou a violência e violou as regras da plataforma digital.

Leia +: Elon Musk tem birra com Kanye West? Entenda!

Publicidade

Kanye West foi suspenso após postar uma imagem de suástica nazista entrelaçada à estrela de Davi, símbolo do Judaísmo.

“Só para esclarecer que sua conta foi suspensa por incitar a violência”, disse Musk na quinta-feira, 01 de Dezembro, horas após a entrevista do rapper.

Vale destacar que Kanye West já declarou que planeja se candidatar à Presidência dos Estados Unidos em 2024.

Publicidade

“Eu sou um nazista”, chegou a afirmar o cantor para Jones, que respondeu: “você está dobrando sua aposta”.

Siga OFuxico no Google News e receba alertas sobre as principais notícias sobre famosos, novelas, séries, entretenimento e mais!

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

Publicidade


#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE