Siga-nos nas Redes Sociais


Tecnologia

Elon Musk corta benefícios de funcionários do Twitter

Publicado

dia:

Imagem de: Amazon vai investir R$ 5 milhões em treinamento de TI gratuito

A situação no Twitter é de aperto: depois de demitir cerca de 5 mil funcionários, Elon Musk começou a implantar uma nova era de austeridade de gastos na empresa. Visto pelo Insider, um novo email enviado para toda a equipe pelo departamento de RH, após a reunião geral de segunda-feira (21), instituiu cortes em despesas de funcionários, férias e viagens a serviço.

Acompanhando o ritmo de trabalho do novo dono, as mudanças na rede social ocorrem de forma inesperada, rápida e abrangente. Na mira da tesoura afiada de cortes do bilionário, estão agora diversos custos que o Twitter cobria, ou alguns “agrados” que eram concedidos aos funcionários por muitos anos. No caso das viagens a trabalho, por exemplo, não só as diárias serão limitadas, como os próprios deslocamentos serão mais raros.

O e-mail é direto: “Estamos enfrentando um clima econômico desafiador, no qual é essencial maior atenção ao gerenciamento de custos”.

Quais benefícios de funcionários estão sendo cortados?

As mudanças, que se aplicam a todas as despesas realizadas a partir do dia 1º de novembro, abrangem algumas coberturas de custo típicas do dia a dia, como a ajuda de custo para contas de telefone celular, que caiu de US$ 150 (R$ 804) para US$ 50 (R$ 268). A diária para alimentação em viagens de trabalho agora é de US$ 75 (R$ 402), diz o e-mail.

No capítulo das viagens a serviço, estas devem ocorrer no Twitter a partir de agora apenas “para fins críticos de negócios”, após uma estimativa de custo ser aprovada por um gerente. Esse valor fica limitado a US$ 500 (R$ 2,7 mil) no caso de um gerente ou gerente sênior.

Como, a partir de segunda-feira (21), todos os funcionários da empresa têm que trabalhar nos escritórios, um outro corte impactante será no setor de alimentos e bebidas na empresa. As refeições nas cantinas do Twitter, antes gratuitas, agora passarão a ser “parcialmente pagas“.

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.



#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE