Siga-nos nas Redes Sociais


Tecnologia

Duolingo revela ‘frase do ano de 2022’; confira

Publicado

dia:

Duolingo revela 'frase do ano de 2022'; confira


Paula Alves

Duolingo

O Duolingo, aplicativo que de ensino de línguas, revelou nesta quarta-feira (7) a “Frase do ano de 2022”, que é “Please don’t cancel my plans” (Por favor, não cancele os meus planos). O Duolingo selecionou esta frase, encontrada em seu curso de inglês, para refletir o tom e o sentimento geral do ano, que registrou cancelamentos recordes de voos, desastres naturais em locais de férias e altos custos de viagem.

Publicidade

Junto com a “Frase de 2022”, o Duolingo também lança o terceiro Relatório de Idiomas global da plataforma, que analisa as últimas tendências de idiomas com base nos dados de milhões de alunos do Duolingo. 

Entre no  canal do Brasil Econômico no Telegram e fique por dentro de todas as notícias do dia. Siga também o  perfil geral do Portal iG 

Em 2022, mais de um bilhão de horas (aproximadamente 41 milhões de dias) foram gastas aprendendo no app com mais de 14 bilhões de lições concluídas e 24 bilhões de palavras aprendidas. Quase 32 milhões de pessoas em todo o mundo estavam aprendendo mais de um idioma. O Duolingo tem mais informações sobre as tendências globais de aprendizado de idiomas do que qualquer outra entidade no mundo, e o Relatório de idiomas de 2022 fornece análises criteriosas e percepções exclusivas sobre o que os alunos desejam estudar e por quê.

“Identificamos padrões fascinantes em nossos dados de aprendizado de idiomas, à medida que as pessoas voltavam aos horários e hábitos pré-pandêmicos. Por exemplo, quando estudantes e nômades digitais se aventuraram novamente, vimos o aumento de países estudando seus próprios idiomas pela primeira vez desde o início da pandemia”, disse a Dra. Cindy Blanco, cientista sênior de aprendizado e editora de conteúdo de aprendizado do Duolingo. “Olhando para 2023 e antecipando um aumento nas viagens globais, esperamos ver um crescimento no interesse pelo estudo de idiomas como uma forma de viajar para o exterior com confiança.”

Publicidade

Os dados deste ano mostram como a reabertura das fronteiras e a redução das restrições de viagem afetaram as escolhas de estudo dos alunos. As principais descobertas revelam:

  • O aprendizado da língua ucraniana disparou. Mais de 1,3 milhão de pessoas em todo o mundo começaram a estudar ucraniano como uma demonstração de solidariedade após a invasão da Rússia em fevereiro, tornando-se o curso que mais cresceu neste ano. O ucraniano também foi o idioma que mais cresceu no Brasil em 2022, aumentando 352% ano a ano e elevando o ucraniano do 37º lugar em 2021 para o 21º em 2022.
  • O inglês continua sendo o idioma mais popular em todo o mundo e ocupa o segundo lugar, mesmo nos EUA. Os dez idiomas mais estudados globalmente são (em ordem): inglês, espanhol, francês, alemão, japonês, italiano, coreano, chinês, russo, Hindi. No Brasil, o inglês segue sendo a língua preferida dos estudantes do país, se consolidando como o idioma mais popular entre os brasileiros.
  • Os idiomas mais populares no Brasil são os mesmos em 2022 e em 2021. No ano passado, o português ultrapassou o alemão no 5º lugar e continua com mais alunos de português do que de alemão no país devido ao aumento das viagens e ao retorno das viagens de negócios e nômades digitais no Brasil. Esse padrão – inglês, espanhol e francês – é consistente em todo o país, em todos os estados brasileiros.
  • No país, depois de ucraniano, a segunda língua que mais cresceu no Brasil este ano foi o Alto Valiriano, idioma fictício de Game of Thrones e House of The Dragon. Em terceiro lugar em 2022 está o português, demonstrando a demanda de não-brasileiros viajando e trabalhando no Brasil agora que a pandemia e as restrições de viagens diminuíram. O turco foi o quarto idioma de crescimento mais rápido em 2022, onde ficou em 1º lugar no ano passado, mostrando como o idioma continua na mente dos alunos brasileiros. Provavelmente existem alguns fatores importantes para isso: muitos brasileiros estão familiarizados com o turco de novelas populares ou querem aprender para treinar o cérebro, além de motivos relacionados à cultura e família.
  • O Duolingo prevê que 2023 será o ‘Ano do Viajante Confiante’. Há motivos para acreditar que 2023 verá grandes mudanças nos alunos que estudam para viagens. No Brasil, por exemplo, viajar (19%) é o segundo motivo mais comum pelo qual os brasileiros estudam idiomas. Os alunos brasileiros estão entre os mais interessados em aprender para viajar, mas estão fazendo isso com menos frequência do que nos anos anteriores, provavelmente devido à pandemia, ao caos nas viagens e à inflação. Mesmo assim, eles continuam mais interessados em viajar como motivação de aprendizado do que os alunos nos Estados Unidos, Argentina, México e Japão.
  • O reforço escolar é a principal razão pela qual os brasileiros estudam idiomas no Duolingo, o que mostra que os alunos estão procurando ferramentas gratuitas e acessíveis para apoiar o que aprendem em sala de aula. Em 2022, 34% dos brasileiros selecionaram o reforço escolar como sua principal motivação para aprender idiomas, ante 30% em 2021. 
  • Quando se trata da idade dos estudantes de idiomas, os brasileiros seguem o padrão visto globalmente. No entanto, há mais adolescentes aprendendo idiomas no Brasil do que a média global. Isso provavelmente se deve ao grande número de brasileiros que listam o “reforço escolar” como sua principal motivação para aprender. Além disso, mais brasileiros na casa dos 40 estão estudando novos idiomas do que a média global.
  • São Paulo é o estado mais dedicado quando analisado por região o tempo médio gasto aprendendo. Os alunos de São Paulo gastaram mais de 1,3 bilhão de minutos estudando em 2022 – ou seja, mais de 950.000 dias inteiros aprendendo idiomas. Depois dos paulistas, o ranking segue com: Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraná e Distrito Federal.

O Duolingo também lança hoje sua experiência “Year in Review”, que fornece um mergulho profundo visualizado na atividade individual do aluno, mostrando oito personas diferentes do usuário com base em dados de aprendizado, incluindo: horas gastas aprendendo, número de cursos realizados, que horas um aluno tende a praticar, e muito mais. Todos os alunos podem visualizar sua jornada de aprendizado ao longo do ano e compartilhar cartões personalizados nas redes sociais para comemorar sua conquista. A experiência Year in Review está disponível agora para todos os alunos do Duolingo que concluíram pelo menos 10 lições em 2022.

“O Brasil é um dos principais mercados do Duolingo, com mais de 30 milhões de alunos, e é muito importante para nos relacionar estes dados com a nossa cultura e preferências, entendendo melhor as particularidades do público brasileiro. Dessa forma, além de conhecermos nossos usuários, conseguimos adaptar nossa comunicação e criar relacionamentos com os alunos. Proporcionar uma educação de qualidade é um dos principais objetivos do Duolingo, e com o nosso relatório anual conseguimos observar a jornada de aprendizado dos usuários, aprimorando ainda mais nossas lições e cursos”, complementa Analigia Martins, diretora de marketing do Duolingo no Brasil.

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

Publicidade


#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE