Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Datafolha mostra que 93% dos brasileiros discordam dos atos golpistas

Publicado

dia:

Datafolha mostra que 93% dos brasileiros discordam dos atos golpistas


Carlos Moura/SCO/STF

Imagens dos estragos causados por vandalismo no Edifício-sede do STF

Uma Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (11) mostra que 93% dos brasileiros rejeitam os atos golpistas que aconteceram na Praça dos Três Poderes no último domingo (8) em Brasília .

Publicidade

No levantamento, 3% dos entrevistados disseram que são favoráveis aos ataques, 2% disseram que são indiferentes e 1% não souberam opinar. Foram entrevistadas 1.214 pessoas entre a última terça e quarta. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou menos. 

Ainda, 77% acham que os autores da invasão serão responsabilizados. Neste nicho, 42% esperam uma pena dura, enquanto 35%, branda. São 17% os que preveem impunidade geral e 6% que não souberam responder.

A pesquisa revela também que 46% acreditam que os envolvidos no ataque terrorista devem ser presos. 15% acham que a maioria deveria ir para a prisão e outros 15% acreditam que apenas alguns deveriam ser presos. Para 9%, ninguém deveria estar detido e 4% disseram não saber.

Publicidade

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) informou nesta quarta-feira que 1.418 suspeitos estão presos em flagrante por envolvimento nos ataques às sedes dos três poderes da República.

Atos golpistas

A  ação terrorista na Praça dos Três Poderes deixou um rastro de destruição ao vandalizar o patrimônio público, artístico, histórico e arquitetônico brasileiro. Com uma invasão sendo planejada há cerca de uma semana através das redes sociais, grupos golpistas incitavam a um golpe de Estado no país através da ocupação do Palácio do Planalto, do Congresso e do Supremo Tribunal Federal.

No dia seguinte, em reunião com os 27 governadores na noite desta segunda-feira (9) ,  o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que a Polícia Federal “negligenciou” os atos golpistas e agiu com “conivência”.

Publicidade

“Tive que tomar uma atitude forte, porque a polícia de Brasília negligenciou, a inteligência de Brasília negligenciou as invasões […] No dia da minha diplomação a polícia militar de Brasília acompanhava as pessoas tacando fogo em ônibus, havia uma conivência explícita da polícia apoiando os manifestantes”, disse Lula.

O presidente declarou ainda que irá investigar quem financiou a viagem dos golpistas até a capital do Brasil para realizarem os atos antidemocráticos.

“Não é possível um movimento durar o tempo que durou na frente dos quartéis se não tiver gente financiando. Vamos investigar e vamos chegar a quem financiou. Foi muito difícil conquistarmos a democracia nesse país. Precisamos aprender a conviver democraticamente na diversidade. Eles queriam golpe, e golpe não vai ter. Não vamos permitir que a democracia escape das nossas mãos”, disse Lula

Publicidade

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE