Siga-nos nas Redes Sociais


Curiosidades

Coleção Vaga-Lume: relembre a série no Dia Nacional do Livro Infantil

Publicado

dia:

Coleção Vaga-Lume: relembre a série no Dia Nacional do Livro Infantil


Todos nós passamos pela vida estudantil e desde muito cedo somos incentivados por nossos professores a ler alguns livros, seja para fazer uma lição ou por ser parte (integral ou parcial) de uma prova de literatura. Essas obras eram sempre variadas e por muitas vezes contemplavam títulos nacionais.

Dentre as muitas séries que passaram por nossas mãos, uma que marcou a vida de muitas crianças e adolescentes foi a Coleção Vaga-Lume. Graças a elas, muitos de nós garantimos acesso a um mundo repleto de aventuras e que certamente ganharam um lugar em nossos corações e nas memórias — e é exatamente isso que vamos relembrar aqui.

Publicidade

A origem da Coleção Vaga-Lume

A história da Coleção Vaga-Lume é mais antiga do que muitos talvez possam imaginar. Tudo começou em janeiro de 1973, quando a Editora Ática decidiu publicar algumas obras consagradas, posteriormente dando espaço para que outros atores menos famosos pudessem publicar seus trabalhos sob o selo, que se tornaria sucesso com o passar dos anos.

Um dos idealizadores do projeto foi o professor Jiro Takahashi, que também tem em seu currículo os trabalhos nas coleções Para Gostar de Ler e Nosso Tempo. Foi sob a organização dele e de outros editores que a saga deu seu pontapé-inicial, com o lançamento de A Ilha Perdida, escrito por Maria José Dupré e que chegou às livrarias em 1973 (além de ter alcançado a marca de 5 milhões de cópias vendidas).

A Ilha Perdida, juntamente com outros títulos de peso, ajudaram a moldar o sucesso adquirido pela Coleção Vaga-Lume. (Fonte: Revista Bula/Reprodução)

Publicidade

Seja pelo preço (geralmente mais baixo que outros livros comercializados à época) e também pelo seu apelo com o público, o fato é que não demorou muito para que essas histórias passassem a fazer parte do cotidiano das escolas de diversas cidades do Brasil, cultivando em diversas pessoas o hábito e o gosto pela leitura.

“A Vaga-Lume seguia uma fórmula imbatível de sucesso: livros escritos para o leitor jovem, com personagens jovens, se deparando com questões típicas da juventude. Textos leves, com muita aventura, mistério e humor. A coleção fez gerações de jovens descobrirem o prazer da leitura”, explicou Carmen Lúcia Campos, que trabalhou como editora na Ática entre a década de 1980 e o início dos anos 2000, à BBC do Brasil. 

Parceria com o público

Um dado que talvez muitos não saibam é que o público estudantil tinha grande influência em muito do que chegava às lojas por meio da Coleção Vaga-Lume. 

Publicidade

O professor Takahashi, sendo um dos idealizadores e também editores da série, sempre pedia aos autores um resumo de três páginas sobre a história que pretendiam escrever.

Após receber esse material, Takahashi encaminhava esse resumo para alunos de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Sem mencionar quem eram os autores, os jovens leitores tinham a missão, sempre orientado por seus professores, de dizer o que achavam do enredo e até mesmo dos personagens, chegando a dar notas para o que era apresentado e até sugerir mudanças ou inclusões em alguns casos.

Éramos Seis foi uma das obras da Coleção Vaga-Lume a ganhar adaptações para a televisão mirando o público adulto. (Fonte: Jornal Rascunho/Reprodução)Éramos Seis foi uma das obras da Coleção Vaga-Lume a ganhar adaptações para a televisão mirando o público adulto. (Fonte: Jornal Rascunho/Reprodução)

Outro ponto importante é que tais livros não faziam sucesso apenas com o público infantojuvenil, sendo que alguns chegaram inclusive a ser adaptados para a televisão mirando o público adulto: é o caso de Éramos Seis (que virou novela em quatro emissoras diferentes) e O Feijão e o Sonho.

Publicidade

No geral, a série costumava receber cerca de quatro livros por ano, completando um total de 106 obras publicadas. A mais recente chegou às livrarias em 2021 (Os Marcianos, de Luiz Antônio Aguiar), e você pode conferir a relação completa da coleção a seguir.

Quais são os livros que integram a Coleção Vaga-Lume?

  • A ilha perdida (Maria José Dupré)
  • Cabra das Rocas (Homero Homem)
  • Coração de Onça (Ofélia Fontes e Narbal Fontes)
  • Éramos Seis (Maria José Dupré)
  • O Escaravelho do Diabo (Lúcia Machado de Almeida)
  • O Gigante de Botas (Ofélia Fontes e Narbal Fontes)
  • O Caso da Borboleta Atíria (Lúcia Machado de Almeida)
  • Cem noites Tapuias (Ofélia Fontes e Narbal Fontes)
  • Menino de Asas (Homero Homem)
  • Tonico (José Rezende Filho)
  • Spharion (Lúcia Machado de Almeida)
  • A Serra dos Dois Meninos (A. Fraga Lima)
  • O Mistério do Cinco Estrelas (Marcos Rey)
  • Zezinho, o dono da porquinha preta (Jair Vitória)
  • O Feijão e o Sonho (Orígenes Lessa)
  • Aventuras de Xisto (Lúcia Machado de Almeida)
  • O rapto do Garoto de Ouro (Marcos Rey)
  • Xisto no espaço (Lúcia Machado de Almeida)
  • Tonico e Carniça (Francisco de Assis Almeida Brasil e José Rezende Filho)
  • Um Cadáver Ouve Rádio (Marcos Rey)
  • Xisto e o Pássaro Cósmico (Lúcia Machado de Almeida)
  • A Primeira Reportagem (Sylvio Pereira)
  • Sozinha no Mundo (Marcos Rey)
  • Os Pequenos Jangadeiros (Aristides Fraga Lima)
  • Os Barcos de Papel (José Maviael Monteiro)
  • Deus me Livre! (Luiz Puntel)
  • O Mistério dos Morros Dourados (Francisco Marins)
  • Dinheiro do céu (Marcos Rey)
  • Perigos no Mar (Aristides Fraga Lima)
  • A Grande Fuga (Sylvio Pereira)
  • Bem-vindos ao Rio (Marcos Rey)
  • Pega Ladrão (Luiz Galdino)
  • Açúcar Amargo (Luiz Puntel)
  • O Outro Lado da Ilha (José Maviael Monteiro)
  • Enigma na Televisão (Marcos Rey)
  • Os Passageiros do Futuro (Wilson Rocha)
  • Meninos sem Pátria (Luiz Puntel)
  • A Montanha das Duas Cabeças (Francisco Marins)
  • O Ninho dos Gaviões (José Maviael Monteiro)
  • Garra de Campeão (Marcos Rey)
  • A Vida Secreta de Jonas (Luiz Galdino)
  • Aventura no Império do Sol (Silvia Cintra Franco)
  • Quem Manda já Morreu (Marcos Rey)
  • A Turma da Rua Quinze (Marçal Aquino)
  • Na Barreira do Inferno (Silvia Cintra Franco)
  • Um Leão em Família (Luiz Puntel)
  • Corrida Infernal (Marcos Rey)
  • Na Mira do Vampiro (Lopes dos Santos)
  • A Árvore que Dava Dinheiro (Domingos Pellegrini)
  • A Maldição do Tesouro do Faraó (Sérsi Bardari)
  • O Desafio do Pantanal (Silvia Cintra Franco)
  • Na Rota do Perigo (Marcos Rey)
  • Ameaça nas Trilhas do Tarô (Sérsi Bardari)
  • O Jogo do Camaleão (Marçal Aquino)
  • Tráfico de Anjos (Luiz Puntel)
  • Um Rosto no Computador (Marcos Rey)
  • O Fantasma de Tio William (Rubens Francisco Lucchetti)
  • Confusões & Calafrios (Silvia Cintra Franco)
  • Um Gnomo na Minha Horta (Wilson Rocha)
  • Office-boy em Apuros (Bosco Brasil)
  • Doze Horas de Terror (Marcos Rey)
  • O Segredo dos Sinais Mágicos (Sérsi Bardari)
  • A Aldeia Sagrada (Francisco Marins)
  • O Mistério da Cidade-Fantasma (Marçal Aquino)
  • Agitação à Beira-mar (Leusa Araujo)
  • O Brinquedo Misterioso (Luiz Galdino)
  • Um Inimigo em Cada Esquina (Raul Drewnick)
  • O Diabo no Porta-malas (Marcos Rey)
  • O Fabricante de Terremotos (Wilson Rocha)
  • Viagem pelo Ombro da Minha Jaqueta (Lô Galasso)
  • Em Busca do Diamante (Francisco Marins)
  • A Vingança da Cobra (Marcos Bagno)
  • Vencer ou Vencer (Raul Drewnick)
  • O Primeiro Amor e Outros Perigos (Marçal Aquino)
  • O Super Tênis (Ivan Jaf)
  • A Charada do Sol e da Chuva (Luiz Galdino)
  • Terror na Festa (Janaína Amado)
  • Gincana da Morte (Marcos Rey)
  • Jogo Sujo (Marcelo Duarte)
  • Missão no Oriente (Luiz Puntel)
  • O Preço da Coragem (Raul Drewnick)
  • A Magia da Árvore Luminosa (Rosana Bond)
  • Segura, peão! (Luiz Galdino)
  • A Grande Virada (Raul Drewnick)
  • A Guerra do Lanche (Lourenço Cazarré)
  • O Robô que Virou Gente (Ivan Jaf)
  • Nas Ondas do Surfe (Edith Modesto)
  • Operação Nova York (Luiz Antonio Aguiar)
  • Correndo Contra o Destino (Raul Drewnick)
  • Deu a Louca no Tempo (Marcelo Duarte)
  • Tem Lagartixa no Computador (Marcelo Duarte)
  • Crescer é uma Aventura (Rosana Bond)
  • S.O.S. Ararinha-azul (Edith Modesto)
  • Manobra Radical (Edith Modesto)
  • Na Ilha do Dragão (Maristel Alves dos Santos)
  • O Ouro do Fantasma (Manuel Filho)
  • A Noite dos Quatro furacões (Raul Drewnick)
  • O Grito do Hip-Hop (Fátima Chaguri e Luiz Puntel)
  • O Segredo dos Índios (Edith Modesto)
  • O Senhor da Água (Rosana Bond)
  • A Chave do Corsário (Eliana Martins)
  • Morte no Colégio (Luis Eduardo Matta)
  • Salvando a Pele (Mário Teixeira)
  • O Mestre dos Games (Afonso Machado)
  • Ponha-se no Seu Lugar (Ana Pacheco)
  • Os Marcianos (Luiz Antônio Aguiar)

E aí, qual dos livros acima é o seu favorito (o deste redator que vos escreve é Os Barcos de Papel)? Compartilhe a sua mensagem conosco utilizando nossas redes sociais.


Fonte: Mega Curioso

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE