Siga-nos nas Redes Sociais


Esportes

Brasil goleia a Coreia do Sul e enfrenta a Croácia nas quartas da Copa

Publicado

dia:

Folha da Minha Sampa - Pautando a Região


Baile e vaga

A seleção brasileira fez seu melhor jogo no Catar, goleou a Coreia do Sul por 4 a 1 nesta segunda-feira e avançou às quartas de final da Copa do Mundo. Os gols foram de Vini Júnior, Neymar, Richarlison e Paquetá – Paik Seung-Ho descontou. Reforçado pelas voltas de Danilo e do próprio Ney, o time brasileiro definiu a partida ainda na primeira etapa, quando fez os quatro gols e chamou a atenção pelo grande volume ofensivo no estádio 974. A busca pelo hexa agora segue contra a Croácia, que eliminou o Japão nas oitavas. 

Publicidade

 

Homenagem a Pelé

Após a classificação, os jogadores da Seleção fizeram uma homenagem ao Pelé e abriram uma faixa com o nome e o rosto do Rei, que está internado e também teve uma bandeira levantada pela torcida no confronto contra a Coreia do Sul.

Publicidade

 

Quando será o próximo jogo

Brasil e Croácia vão disputar uma vaga na semifinal na próxima sexta-feira, às 12h (de Brasília), no estádio Cidade da Educação. Quem vencer vai enfrentar na fase seguinte o ganhador do confronto entre Holanda e Argentina, que também jogam na sexta, às 16h (de Brasília), no Lusail.

Publicidade

 

Atuações

Dê sua nota aos jogadores da seleção brasileira na goleada.

Publicidade

 

Neymar volta e deixa o seu

Recuperado do entorse no tornozelo direito que sofreu na estreia da Copa, contra a Sérvia, Neymar foi titular e peça importante na goleada. No primeiro gol, atraiu a marcação sul-coreana antes de Vini Júnior marcar. Depois, bateu com muita frieza o pênalti que deu a vantagem por 2 a 0 no placar. Ele agora tem 76 gols pela Seleção nas contas da Fifa, que exclui jogos contra clubes e combinados. E por este critério, está a um de igualar Pelé como o maior artilheiro com a camisa do Brasil. 

Publicidade

 

Tite faz a dança do pombo!

A comemoração do terceiro gol chamou a atenção porque até Tite entrou nela. Após marcar, Richarlison foi até o banco de reservas e fez a dança do pombo com o treinador, para festa dos jogadores que estavam próximos ao chefe.

Publicidade

 

A reação na imprensa internacional

A exibição no primeiro tempo chamou a atenção da imprensa ao redor do mundo. “Imparável” e “terrível” foram alguns dos termos usados para definir a equipe verde e amarela.

Publicidade

 

Até Weverton jogou

Com a goleada definida, Tite aproveitou para dar uma chance ao único dos 26 convocados que não tinha jogado ainda: Weverton. O terceiro goleiro entrou aos 35 minutos do segundo tempo, no lugar de Alisson.

Publicidade

 

Público

43.847 estiveram no estádio 974 assistindo à goleada do Brasil.

Publicidade

 

·  Thiago Silva bate recorde

Dono de uma assistência na goleada, o camisa 3 chegou a 11 jogos como capitão do Brasil em Copas do Mundo e, assim, se igualou a Cafu e Dunga. Os três são os que mais vezes usaram a faixa pela Seleção em mundiais. Thiago já tem o recorde de ser o único capitão em três edições diferentes de Copa do Mundo. Ele deixou para trás os próprios Dunga (1994 e 1998) e Cafu (2002 e 2006), além de Bellini (1958 e 1962).

Publicidade

 

·  Como foi o primeiro tempo

Foi um baile! Reforçada pela volta de Neymar, a seleção brasileira fez um grande primeiro tempo e começou a abrir o caminho para a goleada em cima da Coreia do Sul aos oito minutos, quando Vini Júnior completou a jogada de Raphinha. Aos 12, Ney ampliou cobrando pênalti. O time sul-coreano até tentou incomodar, com belo chute de Hee-Chan, defendido por Alisson, mas o domínio seguia do Brasil. Em lindo lance coletivo, Richarlison recebeu de Thiago Silva, fez 3 a 0 e até Tite comemorou com a dança do Pombo! Paquetá ainda marcou o quarto, batendo de primeira, para completar o placar: 4 a 0.

Publicidade

 

·  Como foi o segundo tempo

Com a situação praticamente definida no primeiro tempo, o ritmo do jogo não foi o mesmo após o intervalo. A Coreia do Sul passou a incomodar mais e conseguiu fazer seu gol com Paik Seung-Ho, em um chute de fora da área. O Brasil, por sua vez, passou a tirar jogadores como Danilo e Neymar, que voltaram de lesões, e se preservou já pensando nas quartas de final.

Publicidade

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.

#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE