Siga-nos nas Redes Sociais


Saúde

Anvisa aprova uso emergencial de duas novas vacinas

Publicado

dia:

Anvisa aprova uso emergencial de duas novas vacinas

Agência Brasil

Anvisa aprovou uso emergencial de dois novos imunizantes contra a Covid-19

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou, na noite desta terça-feira (22), o uso emergencial de duas novas vacinas contra a Covid-19 . Ambos os imunizantes são bivalentes e têm potencial para combater a variantes da Ômicron

As vacinas aprovadas serão aplicadas como dose de reforço em pessoas com mais de 12 anos de idade. O imunizantes pertencem à Pfizer e agora o Ministério da Saúde terá de negociar a compra das doses. 

Uma das vacinas aprovadas foi a bivalente BA.1, que oferece proteção contra a cepa original e também contra subvairante ômicron BA.1. A outra foi a bivalente BA.4/BA.5: que protege contra a cepa original e também contra as subvariantes ômicron BA.4/BA.5.

A autorização foi aprovada por unanimidade pelos cinco diretores da agência que participaram da votação. Foram eles: Meiruze Freitas, Daniel Pereira, Rômison Mota, Alex Campos e Antonio Barra Torres.

“Nas últimas semanas, os números de casos confirmados de Covid-19 tem mostrado aumento, e neste contexto é possível que no Brasil ocorra também o aumento de hospitalização, tornando essencial a estratégia de ampliar a vacinação e reforço e a disponibilização de mais vacina, incluindo as bivalentes que promovam uma resposta imune mais específica”, afirmou Meiruze, diretora e relatora do pedido.

Os dois imunizantes aprovados já foram aprovados também nos Estados Unidos e na União Europeia. Essas vacinas apresentam maiores níveis de anticorpos que são capazes de neutralizar a ação das variantes.

Confira algumas características das novas vacinas:

– Identificadas por tampa na cor cinza. O rótulo trará a seguinte identificação: Comirnaty® Bivalente BA.1 ou Comirnaty® Bivalente BA.4/BA.5.  

– Cada frasco possui seis doses e a vacina não deve ser diluída.  

– Indicadas para a população a partir de 12 anos de idade. 

– Indicadas como reforço. Devem ser aplicadas a partir de três meses após a série primária de vacina ou reforço anterior. 

– Validade de 12 meses, quando estocadas de -80°C a -60°C ou de -90°C a -60°C. 

– Podem ser armazenadas em geladeira, entre 2°C e 8°C, por um único período de até dez semanas, não excedendo a data de validade original.

Brasil registra 116 óbitos em 24 horas

Nas últimas 24 horas, o Brasil contabilizou 16.858 novos casos de Covid-19 e 116 óbitos relacionados à doença . Com os números, já são 35.052.152 infectadas em todo o país, e 689.155 vidas perdidas desde o início da  pandemia.

Os dados do Conass (Conselho Nacional de Secretário de Saúde ) mostram um aumento na média móvel de casos registrados em relação à semana passada. Enquanto hoje (22) a média se encontra em 18.432, na terça-feira passada (15) o número era de 7.853.

A média móvel do número de óbitos também registrou uma alta em relação à semana anterior. Hoje, a média é de 65 mortes, enquanto na semana passada era de 31 óbitos. 

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

Siga o portal Grajaú News no Google Notícias e no Canal do Telegram.



#grajaunews @grajaunews #grajau #saopaulo

Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DA SEMANA