Siga-nos nas Redes Sociais


Últimas Notícias

Adriano Imperador se irrita ao ser associado à delegada Adriana Belém | Rio de Janeiro

Publicado

dia:

Adriano Imperador se irrita ao ser associado à delegada Adriana Belém | Rio de Janeiro

Reprodução/Instagram

Adriano com a amiga, a delegada Adriana Belém

O ex-jogador de futebol Adriano Imperador usou as redes sociais nesta sexta-feira para fazer um desabafo sobre o caso da amiga, a delegada Adriana Belém, que foi presa na última terça-feira, durante a Operação Calígula
, suspeita de participar do esquema que beneficiaria o contraventor Rogério de Andrade. Na ocasião, a polícia encontrou quase R$ 2 milhões na residência dela, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

O ex-jogador postou uma sequência de vídeos nos Stories do Instagram afirmando estar irritado com a associação que a imprensa está fazendo dele com a delegada, a quem Adriano chama carinhosamente de “madrinha”.

“Quero deixar bem claro que aquilo que está acontecendo com a Adriana Belém, eu não tenho nada a ver com isso. Estou falando isso, porque a imprensa só está me colocando como o único famoso que conhecia ela, e na verdade, ela conhecia vários famosos. E a imprensa só está me citando. E isso, de uma maneira, está me incomodando e me prejudicando”, desabafou.

Adriano já tinha usado as redes sociais para falar da prisão da amiga. Na última quarta-feira, ele postou um vídeo para explicar por que resolveu deletar do Instagram as várias fotos que tem com Adriana Belém.

Na ocasião, o ex-jogador de futebol disse que sua assessora resolveu deletar as imagens deles juntos por conta de contratos publicitários.

“Ela ficou preocupada e acabou apagando algumas fotos minhas com a doutora, com medo de atrapalhar os contratos”, disse o Imperador.

No vídeo, Adriano falou ainda da gratidão que tem pela delegada: “Eu nunca faria isso (de deletar as fotos com ela). Independentemente do que está acontecendo com ela. Ela foi uma pessoa que me ajudou muito na minha carreira e na minha vida. Tenho que agradecer a ela muita coisa, não pouca coisa”.

Na casa da policial, os investigadores encontraram quase R$ 2 milhões em espécie. O dinheiro estava guardado em sacos de grifes famosas e dentro de uma mala de viagem em um closet. O montante surpreendeu os promotores; foi preciso levar máquinas para contar as cédulas.

Após a apreensão, a Força-Tarefa do Gaeco para o caso Marielle e Anderson obteve a prisão preventiva da delegada, decretada pelo juiz da 1ª Vara Especializada do Tribunal de Justiça, Bruno Monteiro Rulière. Ela estava lotada também na Secretaria Municipal de Esportes do Rio, no cargo de assessora, mas foi exonerada na quarta-feira.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram
 e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS