Siga-nos nas Redes Sociais


Saúde

8 dicas para proteger a boca de doenças

Publicado

dia:

8 dicas para proteger a boca de doenças

Redação EdiCase

8 dicas para proteger a boca de doenças

Além de manter os dentes bonitos, os cuidados com a boca são importantes para prevenir doenças como gengivite, periodontite e outras que podem atingir o organismo como um todo. Por isso, no dia 25 de outubro é comemorado o Dia Nacional da Saúde Bucal, para conscientizar as pessoas sobre a importância da atenção com a cavidade oral.

“Isso porque gengivas inflamadas e problemas periodontais podem provocar a liberação de mediadores inflamatórios na corrente sanguínea, causando uma série de danos. Por exemplo, podem se alojar em lesões pré-existentes nas artérias do corpo e acelerar a formação de placas que colocam em risco a saúde cardiovascular”, explica o Dr. Hugo Lewgoy, cirurgião-dentista e doutor em Odontologia pela USP. 

Além disso, conforme ele explica, as doenças bucais também podem afetar os
níveis de glicemia

e influenciar a aparição de outras doenças. “A doença gengival também possui influência negativa sobre o controle glicêmico, contribuindo assim para a dificuldade no controle da glicemia e, consequentemente, para a diabetes”, afirma o especialista. Para te ajudar, o cirurgião-dentista lista 8 cuidados importantes com a saúde da boca. Confira:

1. Realize a escovação com uma escova adequada

O principal passo para manutenção da saúde oral é a escovação regular, que deve ser realizada duas vezes ao dia. Mas é importante realizar essa etapa com uma escova ultramacia, já que escovas com cerdas duras podem desgastar o esmalte de seus dentes e provocar retração gengival. “Além disso, a escova também deve possuir uma grande quantidade de cerdas, pois, quanto mais cerdas, maior é a eficácia da escovação e menor é o acúmulo de placa bacteriana no dente”, alerta o cirurgião-dentista. 

2. Evite cremes dentais abrasivos

Para potencializar a escovação, o uso de um
creme dental

é indispensável. Mas, assim como com as escovas, é preciso ficar atento às características dos produtos utilizados, visto que, segundo o Dr. Hugo, a maioria dos cremes dentais possui ação abrasiva, o que, em excesso, também pode contribuir para o desgaste do esmalte dos dentes e a retração da gengiva.

3. Utilize fio dental e escova interdental

Apenas a escovação não é suficiente para higienização efetiva da boca e dos dentes. Por isso, aposte também no uso do fio dental e de uma escova interdental. “Enquanto o fio dental auxilia na remoção de detritos alimentares e pontos de contato muito apertados, a escova interdental realiza a desorganização da placa bacteriana nas irregularidades e depressões interdentais que o fio dental não consegue higienizar”, destaca.

4. Higienize a língua

Apesar de não estar diretamente relacionada à
aparência dos dentes

, a higienização da língua é fundamental para manter a saúde oral em dia, evitando o mau hálito e o desenvolvimento de microrganismos que também podem ser nocivos para a dentição. Para isso, utilize escovas e instrumentos próprios para a limpeza da língua. 

5. Aposte no enxaguatório bucal

O uso de enxaguante bucal também é fundamental, pois, de acordo com o especialista, possuem ação importante na prevenção do desenvolvimento de microrganismos na cavidade oral. “Isso porque esses enxaguatórios são formulados com citrox, que é um agente antimicrobiano muito eficaz, com efeito bactericida, antifúngico e antiviral. Além disso, possuem clorexidina, um agente antisséptico de amplo espectro de ação contra microrganismos patogênicos, sendo assim considerado o enxaguatório oral ‘padrão-ouro’ na Odontologia”, completa o Dr. Hugo. 

6. Evite estresse

Além da higienização da boca, é fundamental também que você cuide da
saúde de seu organismo

como um todo, pois alguns fatores, como o estresse, podem afetar diretamente a saúde bucal. “Em momentos de estresse produzimos altas quantidades de hormônios como hidrocortisona, cortisol e adrenalina, substâncias que desencadeiam um efeito pró-inflamatório no organismo, o que favorece o surgimento de inflamações e infecções, incluindo doenças periodontais”, afirma o Dr. Hugo. 

O cirurgião-dentista ainda ressalta que os maus hábitos causados pelo estresse também podem afetar a saúde bucal. “Além disso, quando estamos estressados aumentamos a prática de hábitos negativos, como a má higiene oral, o que somado a vulnerabilidade do organismo pode favorecer o surgimento de doenças como cáries, gengivite e halitose”, alerta. Por isso, invista em cuidados que visem a redução do estresse, como meditar, praticar exercícios físicos diariamente, dormir bem e manter contato com família e amigos.

7. Alimente-se corretamente

Outro cuidado importante para conquistar um sorriso bonito é a adoção de uma
alimentação balanceada

e livre principalmente de açúcar, que é um dos principais vilões da saúde bucal, favorecendo o aparecimento de cáries, gengivite, halitose e outras doenças periodontais. “O recomendado, então, é limitar o consumo de açúcar, ingerindo, no máximo, uma colher de sopa do ingrediente por dia”, aconselha o especialista. 

Ele também recomenda observar os rótulos dos alimentos. “Além disso, verifique nos rótulos dos produtos se existe algum tipo de açúcar escondido, limite a frequência dos lanches entre as refeições, substitua os refrigerantes por água e evite alimentos açucarados pegajosos, como chicletes e balas, que podem deixar resíduos nos dentes e favorecer o aparecimento das doenças orais”, completa o Dr. Hugo.

8. Consulte o dentista regularmente

Por fim, é fundamental que você consulte um dentista com regularidade, já que ele é o profissional indicado para realizar uma avaliação do estado da sua
saúde oral

e da qualidade dos seus dentes, indicando assim os cuidados mais adequados para que você consiga conquistar um sorriso mais bonito e saudável.

Por Paula Amoroso 

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE