Siga-nos nas Redes Sociais


Curiosidades

7 sistemas de governos não ditatoriais que existem pelo mundo

Publicado

dia:

7 sistemas de governos não ditatoriais que existem pelo mundo

Ao longo da história, a humanidade se formou de diferentes maneiras. Desde sociedades sem lideranças, à diferentes maneiras de governo, a representação política sempre fez parte da nossa sociedade. E a democracia tem se mostrado cada vez mais a maneira de governar que realmente reconhece a importância da população. Mas ela pode estar presente de diferentes maneiras. Abaixo, listamos 7 sistemas de governos não ditatoriais que existem pelo mundo.

1. Presidencialismo

(Fonte: Wikimedia Commons)

O presidencialismo é um dos exemplos de governo mais comum ao redor do mundo. É como o Brasil se reconhece oficialmente, assim como a maioria dos países do continente americano. Ele é caracterizado pela figura de um chefe de Estado e costuma ser dividido em três poderes: executivo, comandado por um presidente; legislativo, comandado por deputados e senadores; e judiciário, comandado pela suprema corte do país. Em regimes democráticos, os cargos são eleitos através do voto popular. 

2. Parlamentarismo

a(Fonte: Wikimedia Commons)

Uma variação do presidencialismo, no parlamentarismo o chefe de Estado é diferente do chefe de governo. Por esse motivo, existe uma variação maior nos tipos de governos parlamentaristas, que podem estar associados a monarquias ou democracias presidencialistas. Nesse tipo de governo, o povo elege os membros do parlamento nas eleições, e o partido com mais representantes nomeia o primeiro-ministro, com a função de chefe de Estado.

3. Monarquia

aRei Mohammed VI do Marrocos. (Fonte: Wikimedia Commons)

A monarquia é um sistema de poder que tem um líder que comanda o país sem a indicação do voto popular. Ele tem um monarca como chefe de Estado, que governa o país por toda a vida ou até a abdicação. Em monarquias a autoridade tradicionalmente passa por uma linha de sucessão relacionada à linhagem e ordem de nascimento dentro da família real governante. Embora existam vários países que ainda mantêm uma família real, como a Inglaterra, Bélgica e Espanha, a maioria deles são monarquias parlamentaristas. Atualmente o Marrocos é um exemplo de monarquia, na qual o rei governa, mas seguindo uma constituição. O Marrocos também possui um parlamento que divide o poder com o primeiro-ministro. 

4. Comunismo

a(Fonte: Gettyimages)

Embora costume ser associado a ditaduras, o comunismo não é necessariamente uma forma de governo autoritária. Ele se baseia na coletividade, na ausência da propriedade privada e em uma economia baseada na distribuição equitativa do lucro, ou seja, os bens são distribuídos de acordo com a necessidade das pessoas. De maneira geral, países comunistas contam com um partido único cujos representantes podem ser escolhidos pelo voto popular, como acontece na China e no Vietnã. 

5. Federalismo

a(Fonte: Wikimedia Commons)

O federalismo é uma variação do presidencialismo, no qual existe um chefe de Estado, mas ele não tem autoridade sobre as subdivisões do país. Isso significa que, embora o governo tenha poder central, os estados ou regiões locais também têm seus próprios poderes específicos. O exemplo mais conhecido dessa forma de governo são os Estados Unidos. Lá, o presidente é o representante oficial da nação, mas seu poder não está acima do poder dos governadores, o que significa que uma lei nacional pode não ter validade em todo o país.

6. Democracia direta

a(Fonte: Wikipedia Commons)

Atualmente a Suíça é o único exemplo de democracia direta no mundo. Ao contrário de outras democracias, em uma democracia direta os eleitores têm participação direta em decisões nacionais, sem precisar depender de representantes legislativos. Qualquer cidadão pode contestar uma lei aprovada pelo parlamento ou propor uma emenda à constituição, e um referendo é obrigatório para fazer mudanças na constituição. 

7. Anarquia

a(Fonte: Wikimedia Commons)

A anarquia não é um tipo de governo, mas a ausência de um. Em uma sociedade anarquista, não existe um chefe de Estado, nem representantes oficiais. Todas as decisões são tomadas de maneira coletiva e não há nenhum tipo de autoridade de um indivíduo sobre o outro. Atualmente não existe nenhuma nação anarquista no mundo, mas na cidade de Copenhague, na Dinamarca, a Cidade Livre de Christiania é um exemplo de comunidade anarquista.

Fonte: Mega Curioso

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS