Siga-nos nas Redes Sociais


Curiosidades

7 fatos intrigantes sobre os poodles que talvez você não saiba!

Publicado

dia:

7 fatos intrigantes sobre os poodles que talvez você não saiba!

Com seus pelos bem aparados e, muitas vezes, com cortes questionáveis, os poodles são cães que parecem mais altivos e soberbos do que qualquer outro animal. 

E se lhe dissermos que essa visão de um cachorro mimado e excêntrico é pura ilusão?

A seguir, apresentamos alguns fatos curiosos sobre os poodles que mostram que eles são muito mais interessantes do que boa das pessoas imagina. Acompanhe!

1. São cães inteligentes e de personalidade forte

Poodles não são apenas cães divertidos. Eles também chamam atenção pela inteligência e pela facilidade com que podem ser treinados. Mas quando ignorados ou deixados sozinhos tendem a adotar maus hábitos.

(Fonte: Shutterstock)

Caso sejam bem disciplinados, os poodles se transformam em bons protetores da família e a da casa. 

Os menores costumam ser mais agressivos com indivíduos de fora de sua convivência e até com outros cães. Por isso, a socialização precoce da raça com outras pessoas e animais de estimação é importante.

2. Tem uma vida relativamente longa

Muitos poodles conseguem ter uma vida longa. Os menores, por exemplo, podem viver por até 17 anos. Os de tamanho padrão costumam viver entre 12 e 14 anos. 

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Seus donos não devem acostumá-los com muitas guloseimas para evitar mais hábitos de saúde, especialmente porque os cães dessa raça podem ficar acima do peso com muita facilidade.

3. São excelentes cães de família

Como são fáceis de treinar, inteligentes, enérgicos e divertidos, os poodles são ótimos “integrantes” familiares. 

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Como eles se dão bem com exercícios para a mente e o corpo, podem estar próximos de pessoas a maior parte do tempo sem se cansarem. É bem possível que seu dono se canse antes!

4. São cães de trabalho

Talvez, este seja um dos aspectos dos poodles menos conhecidos. Muito associado à França, o poodle é, na realidade, de origem alemã. A raça se “definiu” por volta de 1800, embora alguns exemplos de cães parecidos ao poodle anteriores a esse período sejam conhecidos.

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

O nome da raça vem do termo alemão “pudel”, que pode ser traduzido como respingo ou poça.

Originalmente, eram cães de caça, portanto, voltados para o trabalho.

Por sua vez, a aristocracia, especialmente a francesa, descobriu e se apaixonou pela raça. 

A sua personalidade e a incrível pelagem que pode ser moldada de maneiras diversas fez com que o poodle se popularizasse rapidamente entre as elites nos últimos 150 anos.

5. O corte do pelo não tem nada a ver com moda

No cenário atual, muitas pessoas imaginam que os cortes dos poodles surgiram por questões estéticas. 

Embora esses cães participem de exposições com cortes únicos e extravagantes, a ideia de aparar o pelo do animal, originalmente, não tinha muito a ver com moda.

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

Antigamente, os poodles precisavam se molhar em suas funções, a exemplo de ajudar seus donos na caça. 

Aparar os pelos em regiões estratégicas do corpo facilitava a sua mobilidade. Por exemplo, permitindo que ele movesse suas pernas com mais facilidade e conseguisse nadar eficientemente atrás de aves aquáticas.

6. Seus pelos não param de crescer

Muitos donos e criadores de poodles costumam brincar dizendo que eles têm cabelos, e não pelos. O motivo é simples: a pelagem dos cães dessa raça difere da maioria das demais, cujos pelos crescem com duas camadas.

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

O poodle tem apenas uma camada de pelos que cresce de forma contínua e uniforme, tal como o cabelo humano.

7. Podem sofrer com alterações hormonais

Assim como os humanos, muitos poodles sofrem impactos significativos devido a alterações hormonais. 

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

As fêmeas, por exemplo, podem ter queda de cabelo e alterações no comportamento após ter filhotes. Sonolência, bradicardia, letargia, problemas de pele e pelagem ressacada, são alguns outros problemas relacionados as questões hormonais.

Fonte: Mega Curioso

Publicidade
Publicidade

Siga-nos no Facebook

LEITORES ONLINE

AS MAIS LIDAS DO MÊS